Lendo agora
Test drive de aula de Yoga online

Test drive de aula de Yoga online

Cristiana Dias Baptista

Por Cristiana Dias Baptista*

A ideia de fazer um test drive de aulas de Yoga online veio a calhar com o meu novo estilo de vida nômade digital. Mas ela não surgiu exatamente com este propósito. Há algumas semanas, ainda no Brasil, conversando com amigos do mundo do Yoga entramos no tópico das aulas online como sendo o futuro do ensino em geral e, mais especificamente, o da Yoga. “As pessoas estão cada vez mais corridas e preferindo fazer tudo em casa e isso inclui a aula de Yoga.”, me disseram.

Pensei com os meus botões: “Mas a ideia toda do Yoga não é diminuir o ritmo, olhar para dentro, praticar presença, fazer menos com mais qualidade? Ou só eu que penso assim? Além do que, em uma aula de Yoga, não há nada – nada mesmo – que substitua o toque delicado e certeiro de um bom professor ajustando o seu corpo na postura”.

Foi assim, munida de todos os meus “pré-conceitos” e muita curiosidade, que resolvi descobrir como é fazer uma aula de Yoga online. Não foi difícil saber por onde começar, já que no meu Instagram aparecem diariamente ofertas de cursos e aulas online.

Escolhi 2 que sempre vejo propaganda, Yoga em Movimento YogIN App; e um que me indicaram, o YogaFlix– e lá fui eu praticar.

O Test Drive

Comecei a minha experiência com as aulas online pelo Yoga em Movimento. Achei bacana o fato das aulas terem sempre a mesma estrutura, começando com uma meditação e um mudra, um exercício de respiração e ai entrando nas posturas e tal. Também curti que o aluno pode comentar as aulas no próprio site, fomentando a troca entre professor e aluno. E você também pode entrar para um grupo fechado no Face e estreitar ainda mais a ligação.

Senti falta de uma ferramenta para procurar as aulas. Ou de alguma divisão por modalidade ou tempo. Acabei escolhendo as aulas pela pequena descrição, mas sem saber direito o que viria. As que fiz foram sempre de mais ou menos uma hora, Hatha Yoga e com nível adequado para iniciantes também.

O segundo site que acessei foi o YogIN App. Curti muito o estilo e a grande seleção de professores. E o fato de que as aulas seguem o estilo pessoal de cada um, te dando a opção e fazer vários tipos de aula. O site também tem uma ferramenta legal para pesquisar de acordo com o tempo, o nível, o professor e o estilo da aula. E também tem alguns grupos de aula com finalidades específicas, como para reduzir a ansiedade.

Curti as aulas que fiz mas fiquei um pouco frustrada com a quantidade de algumas aulas. Por exemplo, tem apenas 3 aulas de 60 minutos (tempo máximo das aulas) de nível avançado (só tem dois níveis, iniciante e avançado). Daí, no meio de centenas de aula me vi querendo praticar e não encontrando uma aula que me parecesse realmente adequada ao que eu queria naquele momento.

Por fim, entrei no YogaFlix e pra mim foi aquela sensação agradável de ver o bom ficar ótimo. Talvez por ter menos conteúdo extra (Yoga em Movimento e YogIN App tem ebooks, cursos, aulas teóricas e aulas ao vivo), a navegação foi bem mais fácil. É aula de Yoga e pronto. E como era só isso que eu estava procurando, curti.

No YogaFlix também tem uma ferramenta de busca com alguns extras, ela mostra uma pequena descrição de cada aula e inclui a opção para você escolher a aula por tag, ou seja por parte do corpo ou elemento que quer trabalhar. Também curti ver as aulas distribuídas em quatro níveis de dificuldades, incluindo intermediário e para professores; e serem oferecidas em formatos de até 90 minutos – e em uma boa quantidade, são mais de 40 aulas intermediárias ou avançadas com 60 minutos ou mais.

Ainda achei muito bacana que as aulas são todas produzidas no mesmo espaço e seguem um padrão de edição. E também, em muitos casos, contam com a participação de um ou mais alunos. Isso, além de trazer aquele clima gostoso da sala de aula, não deixa o professor esbaforido falando e se contorcendo na postura.

No final das contas, o que começou realmente para mim por pura curiosidade, se tornou um ótimo achado. Ainda estou no período de teste do YogaFlix, mas certamente continuarei como assinante, pelo menos até voltar ao Brasil ou achar um espaço de Yoga por aqui, porque ainda acho que nada supera o calor humano de uma sala de aula.

Disclaimer

  • Este artigo reflete única e exclusivamente a minha opinião.
  • Devido ao meu conhecimento limitado sobre o assunto, sou uma mera praticante de Yoga, me ative a fazer um analise bem prática sobre quesitos que considerei objetivos.
  • Avaliei única e exclusivamente as aulas de ásanas gravadas.
  • Nenhum dos sites analisados teve qualquer participação ou conhecimento prévio do post.

Abaixo, uma análise mais objetiva pra quem sabe te ajudar na escolha, mas, visto que os três oferecem período de teste gratuitos…

Preço e inscrição

Yoga em Movimento – 30 dias de teste gratuito e mensalidade 47 reais.

YogIN App – 14 dias de teste gratuito e planos de 49 reais a 29 reais por mês na assinatura anual.

YogaFlix – 15 dias de teste gratuito e depois mensalidade de 50 reais.

Quantidade e variedade das aulas

Yoga em Movimento – 333 aulas gravadas incluindo aulas teóricas, oferece aulas ao vivo e curso de formação de professores.

YogIN App – Mais de 300 aulas gravadas incluindo aulas teóricas, oferece aulas ao vivo e curso de formação de professores, além de outros conteúdos.

YogaFlix – 250 aulas práticas.

Aulas e estilos

Yoga em Movimento – Não há divisão de estilos ou de nível. As aulas que assisti foram de Hatha Yoga para iniciantes.

YogIN App – Tem aulas divididas em 2 níveis: iniciantes e avançados; e de estilos variados como Hatha, Vinyassa, etc.

YogaFlix – As aulas estão divididas em 4 níveis: básico, intermediário, avançado e para professor; os estilos também são vários e incluem Yoga Kids e aulas e inglês; e, além de Yoga, Thai Massagem e Mat Pilates.

*Cristiana é economista e jornalista, trabalha como planejadora financeira pessoal e é sócia do Nowmastê. Nas horas vagas seu maior prazer é viajar e contar histórias. No momento, vive em uma cidadezinha no litoral no México.

Veja comentários (5)
  • Eu adoro o Yoga em Movimento. O acompanhamento dos professores é muito legal, dá para sentir o carinho pelos alunos. E os encontros ao vivo semanais acabam com qualquer dúvida.

  • Oi Jade, engraçado você perguntar. O YogaFlix andou fora do ar e acabei me inscrevendo no Ekhart Yoga, mas não fiquei muito tempo, pois achei difícil encontrar um professor ou estilo de aula que curtisse. Agora estou nessa quarentena fazendo as aulas do site Yogagirl.com e estou amando. Os professores estão todos alinhados com um estilo que eu curto. Mas continuo também com minha prática pessoal pelo menos uma vez por semana. ;-)

Deixe uma resposta

Vá para cima