Lendo agora
Sonhos, medo e o poder de nossos pensamentos

Sonhos, medo e o poder de nossos pensamentos

Avatar

Por Giselli Duarte*

Ultimamente tenho conversado com várias pessoas acerca de um mesmo assunto: Sonhos. Não apenas o sonho por si só, mas a pré-disposição que as pessoas têm para seguir esse sonho.

Curiosamente, muitas pessoas têm sonhos maravilhosos, sonhos de infância, mas que ficam apenas no campo da imaginação. Perguntado mais a fundo, as respostas foram semelhantes: Medo.

Muitas pessoas ainda têm medo de seguir seus sonhos. O medo as travam de fazer quaisquer tipos de mudanças. Pelo medo, as pessoas seguem um fluxo o qual foi determinado por alguém, ou por elas mesmas, e por isso continuam naquele padrão. Às vezes por uma questão de comodismo, de não contrariar, de aceitar as crenças limitantes que são impostas por outrem e seguirem sem muito questionamento. Por dar mais atenção ao medo, menos focarão em colocar em prática seus objetivos de vida. Quanto mais damos enfoque a alguma coisa, subconscientemente responderemos a ela na mesma proporção.

Há duas coisas, portanto, que precisam de muito cuidado. Primeiro, é o cuidado de terceirizar as responsabilidades em outrem.
Segundo, o cuidado com os pensamentos e palavras que emitimos, são através deles que formamos um padrão o qual é programado em nossa mente consciente. Tudo o que for programado na mente consciente, o subconsciente aceita.

Ou seja, o subconsciente aceita qualquer coisa que nele for programado pela mente consciente. Por isso é muito importante tomar cuidado ao trabalhar com o subconsciente. Essa parte do cérebro não exerce qualquer juízo de valor. Portanto, não é o subconsciente que irá dizer se algo é certo ou errado, bom ou ruim, real ou imaginário, possível ou impossível. Mas, uma vez programado no subconsciente, as condutas do indivíduo tenderão a agir conforme a programação.

E se antes de responder o motivo de realizar alguma coisa, entender o que de fato está por trás daquela antiga resposta, dando lugar a uma nova forma de pensar?

*Giselli Duarte – Profissional de marketing e empreendedora do Projeto Lab 108, sempre foi apaixonada pelo marketing social e pela filosofia da colaboração. Em constante busca por conhecimento, estudou coaching pela LLC e participou de vivências através do programa Momenttum pela Humanity, dentre outras formações e especializações voltada ao marketing estratégico e empresarial. Reikiana iniciada e formada em nível I e II, apoia trabalhos voluntários em prol da disseminação das terapias alternativas para todos. Formou-se em Hatha Yoga pelo Centro De Estudo Darshana Vedanta Vaishnava Yoga. Com o objetivo de compartilhar o movimento das práticas de bem-estar, fundou o projeto Pranayama.

E-mail: [email protected] / Telefone: (11) 972-432-906
Site: pranayama.com.br / Facebook: @Pranayamabr

Veja comentários

Deixe uma resposta

Vá para cima