Lendo agora
Ser você mesmo dá trabalho

Ser você mesmo dá trabalho

Ruhan Victor Oliveira
Foto: Denys Nevoshai via Unsplash

Não vou aqui dizer para você que a jornada do autoconhecimento é repleta de unicórnios e cheiro de incenso. Não é. Mais fácil, sem dúvida, é seguir a manada, viver na zona de conforto e na normose de ser igual a todo mundo, fazer sempre o que esperam que se faça, passando despercebidos naquilo que a maioria reproduz.

Ser diferente dá trabalho, é um fato. Muitas vezes você é o esquisitão do grupo, o que volta e meia gera comentários e situações que nem sempre são das mais agradáveis. E muitas vezes isso chateia, machuca ou cansa, em diferentes níveis para cada um de nós.

Prego que se destaca é mesmo martelado, porém o que ninguém te conta é que para ambas as opções – ousar ser você mesmo ou cair na bobeira de querer ser igual – se paga um preço constante. Nenhuma das nossas escolhas é isenta de responsabilidade.

Pagamos um preço para sermos sempre queridos e agradarmos todo mundo, como também vivemos consequências quando estamos dispostos a agir segundo a nossa essência. A principal diferença é que o primeiro caso é sempre uma prisão; já no segundo, ainda que haja o desconforto, estamos trilhando o caminho da liberdade.

Espero que juntos tenhamos cada vez mais forças para sermos nós mesmos: magros ou gordos demais, falantes ou quietos aos extremos, ou qualquer outra coisa que seja destoante da norma. Por que ser de verdade incomoda, mas a coisa mais valiosa nesta vida é estar em paz consigo mesmo. Isso fez sentido para você? ⠀

Veja comentários

Deixe uma resposta

Vá para cima