Se liberte de relações passadas

Por Juliana Marinho Pires*

Purificar a energia de ligações anteriores com pessoas que já não fazem parte da sua vida é um ato libertador para você e para ela. Experimente!

Há algum tempo recebia sinais de que precisava me limpar de antigas relações.

Mais precisamente daquelas sexual-afetivas, onde houve muita troca de energia física, emocional e espiritual. Sim, a energia do outro fica em você, seja uma relação de um dia, um mês ou anos. Tenho a sensação de que nos misturamos ao outro e nossas energias então são compartilhadas, numa espécie de simbiose. Só que, ao dizer “adeus” para aquela relação, algo da energia do outro fica em você e vice-versa.

Um faxinão de vez em quando é transformador, para tirar aquilo que você já não quer, que não faz mais parte de você, assim como eventuais padrões e traumas estabelecidos durante esses laços que ocupam espaços que poderiam ser preenchidos por outras energias, mais puras e renovadas.

Ao longo da minha (ainda curta) busca espiritual aprendi algumas técnicas de limpeza e também li vários artigos a respeito. Com base nisso e na minha intuição criei algo meu. Realizei um ritual muito poderoso que me fez entrar em contato com cada uma dessas relações novamente, encará-las de frente e soltá-las.

A elaboração da lista com estas relações já mexeu muito internamente, foi um mergulho profundo. Entrei em contato com minhas lembranças e sensações, algumas tão boas, outras extremamente ruins. Nesse momento, tive uma prévia do que estava por vir. Senti moleza no corpo, dores, entendi isso como limpeza e me deixei levar. Em outro momento, mais adiante, com a lista pronta, sentei na frente de um rio. Tive a oportunidade mágica de estar perto da natureza, mas também poderia ter sido em outro lugar onde eu me sentisse confortável e com suficiente privacidade. O mais importante para mim era arregaçar as mangas e tirar tudo o que estava me atando a partir desses velhos encontros.

papel-queimando

Legenda: Queimar os nomes das pessoas com as quais você se relacionou faz parte do ritual de desapego energético

Com uma vela acesa na minha frente, escrevia num pedaço de papel com caneta laranja – cor do segundo chacra, ligado à sexualidade e ao feminino – o nome de cada pessoa, uma por vez. Enquanto o papel com o nome queimava diante dos meus olhos, visualizava a energia dessa pessoa que ainda estava em mim saindo da minha aura e retornando a ela própria. Queria devolver o que era dela que estava em mim, como um peso desnecessário. Depois pedi que essa pessoa me devolvesse qualquer energia minha que ainda estivesse com ela, e assim recuperei o que estava dispersa. Sentia a energia voltar para mim transmutada, limpa, pronta para recomeçar. Respirei fundo sem pressa quantas vezes fosse preciso. Queria e precisava dessa energia de volta.

Experimentava cada relação se desprender mais e mais de mim e uma leveza tomar conta do meu corpo físico, espiritual e emocional. Quanto peso foi retirado! Ufa! Esse ritual tão especial, em um certo nível, cumpriu a missão de desocupar espaços, como um expedicionário que abre uma trilha na mata fechada e intocada, retirando, neste caso, obstáculos que me impedem de chegar cada vez mais perto do meu destino: a morada do meu coração, puro, conectado, disponível, com menos amarras ou bloqueios. Tente fazer você também! Tire um dia ou dois para isso e vá em frente. Depois me conte como foi a experiência!

Juliana Marinho

Meu nome é Juliana Marinho Pires. Sou jornalista e publicitária formada pela UnB, já morei na Alemanha, Espanha e Chile estudando e trabalhando. Por aqui já fui, entre outras coisas, diretora e produtora de documentários, professora universitária, assessora de comunicação, tradutora e até atriz. Viajante e curiosa compulsiva, me empreendi recentemente em um período sabático pela Ásia e África. Ao voltar, mergulhei de cabeça no universo da espiritualidade e atualmente também sou leitora de aura, pratico tantra yoga e bioenergética, além de experimentar nos campos do xamanismo, do sagrado feminino e visitar comunidades de diferentes grupos e filosofias de vida.

No momento estou em Fernando de Noronha!! Estou trabalhando aqui em um programa por 3 meses no Instituto Chico Mendes de Biodiversidade – ICM Bio),

Um Comentário

  1. Nossa adorei o artigo, exatamente isto que estou precisando me livrar e recomeçar com minhas energias de volta transmutadas e limpas… farei este ritual… gratidão Namaste

Deixe uma resposta

Por uma vida mais consciente

Você quer receber as novidades e promoções do Nowmastê no seu e-mail?