Lendo agora
Ritmo do Amor

Ritmo do Amor

Nowmastê

Por Aline Micelli*

Dessa vez ocupo esse espaço para falar sobre um trabalho que está unindo Yoga e música e que vem transformando a vida de muitas pessoas. Falo do trabalho realizado pela dupla, Raquel e Heitor, que juntos formam o Prem Yoga. Uma comunhão entre a música e o Yoga em perfeita harmonia.

A última vivência do Prem Yoga foi sobre o abraço. Não aquele abraço de quando a gente simplesmente cumpre uma função social, cumprimentando alguém. Na realidade, o abraço em questão, era aquele que damos em nós mesmos quando nos amamos. Esse tipo de abraço que aceita todo e qualquer sentimento, que acolhe e perdoa. Não é a toa que o nome Prem vem da palavra sânscrita que significa amor.

Foi puro amor que brotou dentro daquela sala no Yoga.art no dia 25 de abril, uma sexta-feira. Mesmo com todo o caos da cidade de São Paulo muita gente compareceu para desfrutar da prática, que foi conduzida pela professora de Vinyasa Flow e Yoga Restaurativo Raquel Peres e o músico Heitor Matos. A grande maioria do público era formada por alunos e alunas fiéis a dupla, resultado de um trabalho consistente que cresce desde 2012. A parceria já rendeu bons frutos como retiros, práticas de Vinyasa Flow e Yoga Restaurativo com música ao vivo, workshops, cursos e vivências.

51

Com muito amor e carinho as pessoas foram recebidas na sala de prática, que estava decorada com pétalas de rosa. Todo o ambiente, desde a inspiração musical vem da comunhão da música indiana e outros hits terapêuticos com a prática de Vinyasa Flow Yoga. Uma modalidade de Yoga que é conhecida pelo vigor e também pela fluidez dos movimentos associados com a respiração.

Mesmo quem nunca praticou Yoga pode sentir-se a vontade numa atividade como essa. Claro, duas horas de prática ainda não são muito comuns nas salas ao redor do país, por isso mesmo elas costumam acontecer em ocasiões especiais. Mesmo assim todo e qualquer esforço era superado por respirações profundas, pelos acordes transcendentais da sitar indiana ou os belos textos lidos na introdução da aula.

ABRACE

“Abrace o orgulho em você, porque por trás dele tem uma criança que não é querida.

Abrace a exigência em você, porque por trás dela há uma criança que não sentiu acolhimento.

Abrace o “eterno agradável” que você tenta ser, porque por trás dele há uma criança rejeitada.

Abrace a ira e a raiva que te habitam, porque por trás delas há uma criança abandonada.

Abrace o solitário que te habita, porque por trás dele há uma criança excluída e discriminada.

Abrace a apatia porque por trás desse temperamento está padecendo aquele que você REALMENTE é.

Abrace a dor em você, porque por trás dela tem uma criança ferida.

As crianças que vivem dentro de nós, estão começando a se manifestar e, desta vez, não vão parar, até serem ouvidas. Escute bem!Por favor, do fundo do SEU coração EU peço, não cale a voz interior. Aprenda a integrá-lo, compreendê-lo, abraçá-lo, para liberá-lo, de volta à vida. Esta é a tarefa, eu lhe asseguro que é o caminho para que o seu divino baixe à terra.”

(Clarissa Pinkola de “Mulheres que correm com os lobos”)

64. Prem Yoga - mandala

No ápice de tudo, quando todos fluíam como um só corpo dentro da sala de prática uma nova proposta surgiu. Todos se uniram em uma linda mandala, na qual era perceptível o sentimento de gratidão e igualdade. Foi um momento tocante, que encerrou de forma sincera mais um trabalho do Prem Yoga.

As fotografias que tirei nessa aula traduzem bem minha admiração por esse trabalho. Talvez elas falem mais do que o texto em si.

aline

*Aline é jornalista formada pela PUCRS, professora de Yoga há mais de 10 anos, com formações em Hatha Yoga e há dois anos formada pela professora Micheline Berry em Vinyasa Flow Yoga. Cozinheira, taróloga, flamenca e apreciadora da humanidade. Tem também um blog no qual divide suas histórias lúdicas, escritos pelo seu lado mais selvagem, chamado Lili e o Mundo.

Veja comentários

Deixe uma resposta

Vá para cima