Lendo agora
A Receita da Felicidade de Babaji

A Receita da Felicidade de Babaji

Nowmastê

Por Sharana Devi*

3

Estamos vivendo tempos muito interessantes. Não dá para classificar apenas como difíceis ou maravilhosos. É notável uma mudança de consciência que aparece em muitos níveis. Parte da nova geração está buscando nova forma de viver, resgatando valores que estavam se perdendo em nossa cultura materialista, como a volta a vida em comunidade, comer o que plantar, alimentação saudável orgânica, cuidados com a saúde de uma maneira mais natural, mas a esta tendência vem se acelerando com uma violência muito grande, uma enorme reação de resistência.

É um tempo de transição, onde é necessário ter um fio condutor para poder atravessar todo este período de intensas mudanças e ajustes e é justamente aí que a receita da felicidade de Babaji pode ajudar.

No livro A Voz de Babaji (que deve sair em breve!), Babaji apresenta esta receita como sendo a vida do amor, do serviço, da devoção ao Self e da entrega completa. Ele diz, “Acredite-me, minha criança quando eu digo que o homem que ama os outros, que é devoto e que vive a vida da auto entrega é muitas vezes mais poderoso, até mesmo para mudar suas próprias circunstâncias, seu meio e suas tendências, do que o homem que aprendeu todas as escrituras, que se mortificou sentando no meio dos cinco fogos (panchagni), que obteve a mestria do pranayama (exercícios respiratórios), que se isolou em cavernas, que acordou sua kundalini e que repetiu milhões de mantras milhões de vezes e que realizou as cerimônias mais misteriosas, dispendiosas e elaboradas para o cumprimento de diferentes desejos específicos.”

Isso não quer dizer que a prática de sadhana não seja importante, ao contrário, ele sempre nos diz para praticar, praticar, praticar e praticar, então, o que ele quer dizer com tudo isso? Não dá para simplesmente decidir amar, se não soubermos o que é o amor, se não amarmos a nós mesmos. Não dá para servir aos outros, se ainda quisermos ganhar algo com isso. Não se pode decidir ter devoção e dar voz para as emoções sem saber discriminar ou alimentar uma montanha russa emocional quando não fazemos limpeza de nossos hábitos e condicionamentos. E por fim, não existe entrega completa se não conhecermos todos os recantos escuros de nosso ser. Então, ele quer dizer que a sadhana que não resulte em amor, serviço, devoção ao Self e uma auto entrega alegre não faz a transformação completa no ser.

Tendo sido discípulo de dois Yoga Siddhas, Boganathar e Agastyar, Babaji é o tronco da árvore de Kriya Yoga que teve muitos ramos, ou muitos discípulos que deram origem às várias escolas de Kriya Yoga. A escola na qual fui treinada é a Kriya Yoga de Babaji, escola da tradição Saiva Siddhanta do Sul da Índia. Vem dela a visão do ser humano existindo em 5 níveis de consciência que precisam ser desenvolvidos gradativamente e ao mesmo tempo para levarem à transformação total do ser, onde todas as suas potencialidades inatas florescem e o ser passa a ser a expressão do amor, do serviço, da devoção e da auto entrega.

Esta Kriya Yoga de Babaji tem uma receita prática para isto nos caminhos do Kriya Hatha Yoga – uma prática física composta de asanas, bandhas e mudras, Kriya kundalini Pranayama – uma respiração poderosa capaz de aumentar muito a energia no sistema corpo/mente, Kriya Dhyana Yoga – técnicas de meditação para todos os aspectos da mente desarmando seus condicionamentos e programas automáticos, Kriya Mantra Yoga – a prática da consciência divina em veículo sonoro e Kriya Bhakti Yoga – as práticas que revelam a nossa verdadeira natureza que é a do amor incondicional.

Através destes cinco caminhos o aspirante desenvolve todos os seus recursos latentes internos para poder ser o novo homem, a nova consciência necessária para fazer a travessia para os novos tempos que já vislumbramos

Depois de um intenso treinamento me tornei Yoga Acharya nesta linhagem, hoje sou responsável pelo movimento da Kriya Yoga de Babaji no Brasil, dou iniciações em todo país, sou responsável pelas publicações em português e organizo os seminários de Govindan Satchidananda. Dou treinamento para Instrutores de Kriya Hatha Yoga no Brasil e no Canadá, no Ashram de Quebec e também futuros Acharyas desta tradição. Fundei um estúdio de yoga, Jyothi Yoga, que fica na cidade de São Paulo, em 2010. E hoje com a ajuda de mais 2 kriyabans, a Anbu e o Viveka, temos ali iniciações em Kriya Yoga e as aulas regulares de Kriya hatha Yoga e distribuímos as publicações para todo o Brasil.

sharana-devi

Para saber mais sobre aulas de Kriya Hatha Yoga:

Jyothi Yoga

Av. Pedroso de Morais, 344 sala 2 Pinheiros, SP

Tel. +55 11 3812-1313 ou 9 9660-3344

Visite nossa página no Facebook Jyothi Yoga

[email protected]

www.jyothiyoga.com.br

Para saber sobre iniciações:

http://www.babajiskriyayoga.net/portuguese/home.php

Vá para cima