Lendo agora
Quem foi que disse que você NÃO pode ter tudo?

Quem foi que disse que você NÃO pode ter tudo?

Alana Trauczynski

Por Alana Trauczynski*

Alana

Em algum momento do passado, esses foram os meus desejos futuros:

– Um propósito maior pra minha existência, deixar um legado, saber que o mundo ficou um pouquinho melhor porque eu vivi;

– Um trabalho que eu ame, que me entusiasme, que me faça querer acordar todos os dias e dar o melhor de mim;

– Um relacionamento saudável, um homem que me trate como a joia preciosa que sou, um amor verdadeiro, livre, leal e que me faça rir muito;

– Uma família que me ame e com quem eu possa viver momentos incríveis;

– Dinheiro suficiente para ter todas as experiências que fazem vibrar meu coração, para viver bem, para poder ajudar os outros, para contribuir para o crescimento da economia ao invés de reclamar da estagnação, dinheiro para investir na criatividade de pessoas do bem;

– Uma vida rica, incrível, recheada de experiências engrandecedoras, viagens, amigos, pessoas que ficam felizes em me ver.

Em quase todas as vezes que eu li essa lista para outras pessoas, a resposta foi a mesma:

– Lindo isso, mas não se pode ter tudo!

Igualmente em todas as vezes isso ressoou como uma afirmação incorreta ao meu coração. Ele negava essa resposta, não concordava. Eu podia até desconversar com a pessoa, não tinha os argumentos que tenho hoje, mas no fundo o que eu pensava era: bom, me deixa, eu sou a menina que quer ter tudo, eu sou a menina que quer SER. E isso nunca teve uma conotação ambiciosa ou gananciosa da minha parte, nunca foi nesse sentido.

Eu só sempre senti que a gente nasceu para manifestar a grandeza divina. Porque Deus haveria de nos negar a plenitude? Mas, tudo bem, coloquemos os pés no chão (já que a gente parece que não consegue sonhar “tão alto”). É claro que talvez nem todas as áreas estejam fluindo juntas em todos os momentos, é claro que a vida nos traz surpresas inesperadas e nem sempre o que a gente “deseja” é o melhor para nós, mas isso é só porque confundimos os desejos do ego com os desejos do ser.

É possível que não se possa ter tudo ao mesmo tempo… mas isso é só porque ainda temos limitações que são nossas, barreiras e muros internos que não nos permitem a abertura completa para a magnitude do nosso destino. Isso é só porque fomos ensinados desde pequenos a nos alinhar com a escassez ao invés da abundância, com crenças limitantes como essa ao invés das crenças empoderadoras. Isso é uma burrice. Toda a nossa educação deveria partir de um alinhamento com a abundância. A crença na escassez, infelizmente, está enraizada no inconsciente coletivo e quanto mais a alimentamos, mais é difícil sair dessa programação.

Isso não é uma ideia romântica e infundada. Cada vez mais, venho provando com a minha própria vida que o meu coração sempre esteve certo. Venho assistindo um espetáculo de pessoas ao meu redor criando um novo destino para suas vidas a partir de uma mudança de alinhamento.

E quanto mais eu percebo o resultado da abertura das minhas comportas internas na minha vida, mais eu quero gritar essa verdade aos quatro ventos, mais eu quero que o meu coração se comunique com o seu e acenda novamente uma luzinha de esperança aí dentro, mais eu quero te influenciar positivamente para que você também deixe de acreditar nessa mentira.

Os limites das nossas vidas são auto-impostos, as gaiolas somos nós que construímos. A boa notícia é que também temos a chave. Você pode SIM ter tudo. Mais do que isso, você pode sim SER tudo. Acreditar nisso com todo o seu coração é o primeiro passo para a manifestação. Não perca mais tempo.

A primeira mudança é somente uma experiência interna. Feche os olhos e sinta essa verdade com todo o seu coração AGORA. Respire e SINTA. Isso sim é poder. Isso sim é VOCÊ. Venha e traga o seu melhor, poxa! Sua vitimização não serve ao mundo.

alana

 

*Alana Trauczynski é autora do livro “Recalculando a rota: uma louca jornada em busca de propósito”. Para conhecê-la melhor, curta sua fanpage no Facebook.

 

Vá para cima