Lendo agora
Quarentena – Posturas de Yoga para quem está trabalhando em casa

Quarentena – Posturas de Yoga para quem está trabalhando em casa

Nowmastê

Via Método Kaiut de Yoga*

Quando o assunto é coronavírus, logo já é associado o termo quarentena. Trabalhar em casa até que a situação seja normalizada, foi uma das alternativas que as empresas encontraram para não parar suas atividades. Mas não é necessário encarar isso como forma de castigo, como diz Francisco Kaiut, idealizado do Método Kaiut de Yoga.

“Ao invés de negar, vamos abstrair um pouco de nossas preocupações, aceitá-las e abraçá-las e quem sabe, mudar de foco, pelo menos por alguns momentos”, diz o professor. Será que dormir, assistir televisão ou séries ajudam a desestressar e desligar do trabalho? A yoga é um tipo exercício indicado para esses dias de estresse máximo.

Virasana

Confira abaixo algumas posições da Yoga que podem ajudar a passar o tempo.

1. Pernas para cima na parede

Pernas para cima

Simples e efetivo, entrega benefícios para qualquer pessoa em qualquer idade. Para os mais jovens, pode-se apoiar a coluna direto no chão; já os mais velhos, ou com alguma limitação de movimento, a cabeceira da cama é uma boa alternativa, “sempre com o travesseiro embaixo da cabeça para respeitar o formato natural da coluna”, reforça Francisco.

2. Sentar de pernas cruzadas

Sentar de pernas cruzadas

“Esta posição simples pode equilibrar grande parte dos danos biomecânicos da nossa vida moderna e do tempo que passamos sentados em cadeiras, carros ou aviões”, explica o encarregado pelo Método Kaiut Yoga. Sente-se sobre travesseiros ou no chão, a coluna deve repousar contra alguma parede, para gerar um estado mais passivo e mais efetivo. Feito isso, procure afastar levemente as suas panturrilhas e pés do seu quadril.

3. Grande abertura de pernas

Grande abertura de pernas

Essa posição é um grande gerador de alívio para diversos desconfortos que surgem por estar sempre sentado. Com a coluna tocando uma parede, sentado sobre o chão ou sobre travesseiros, as pernas se afastam em uma grande abertura.

4. Virasana

Essa posição consiste em ajoelhar-se no chão. “Apenas ajoelhe-se, e contemple a possibilidade de um dia ser um ser humano com mais de 90 anos podendo se ajoelhar no chão e sentir-se como uma criança”, explica Francisco. Se tiver dor quando for ajoelhar direto no chão, experimente fazer isso em cima de um tapete, e se tiver alguma questão já existente e não se sentir confortável de joelhos, comece apenas sentando em uma cadeira, e dê um passo curto com os pés juntos para mais perto de você. Dobre seus joelhos, eles foram feitos para isso. Não sinta dor alguma.

5. Fitas

Fitas

Deite com a cabeça em um travesseiro, os dois joelhos dobrados e os pés no chão, pegue um cinto e passe na base dos dedos de um de seus pés, e esticando esse joelho, traga a perna para você, mantendo os joelhos na mesma altura. Traga o foco para a dobra do seu tornozelo pela frente, e repita na segunda perna. “Essa posição serve como mais uma pérola do yoga antigo desenhada para lidar com desconfortos e sensações nas pernas e, também nas mãos, e podem te esclarecer vários pontos do seu corpo que já carecem de cuidado”, comenta o profissional.

Francisco finaliza com uma dica: “traga o foco para sua saúde, com equilíbrio e reflexão sobre como ficar mais saudável para receber sem preocupações as surpresas que a vida nos traz. Aproveite este momento para focar e resgatar seu autocuidado e para cultivar seu único bem: seu corpo.”

Fotos: Gui Gomes

*Francisco Kaiut

Após ser baleado no quadril muito jovem, Francisco passou a sentir dores crônicas e buscou alívio em diversas terapias alternativas. Conheceu a yoga aos 15 anos e aos 17 abriu sua primeira escola de yoga. Foram anos de estudo para adaptar a prática milenar às necessidades do homem moderno, desenvolvendo assim o Método Kaiut, que se mostrou muito eficaz e com grande potencial terapêutico. Hoje Francisco é presidente do grupo Kaiut Yoga, professor encarregado da direção didática de 18 escolas no Brasil e nos EUA, e o encarregado pela formação de novos professores no método.

Mais sobre o método aqui.

Você não precisa de um tapetinho pra praticar, mas se quiser comprar um, dá uma olhadano site da EKOMAT, a marca criou uma nova campanha: com o cupom "YOGAEMCASA" você ganha 20% dedesconto em todos os produtos.
Vá para cima