Lendo agora
Quando me tornei vegano – Documentário cria campanha para ser produzido e finalizado

Quando me tornei vegano – Documentário cria campanha para ser produzido e finalizado

Nowmastê

Documentário sobre a vida no veganismo cria campanha para ser produzido e finalizado.

E um dos objetivos é o exibir o do documentário nos cinemas.

“QUANDO ME TORNEI VEGANO” pretende ser um documentário sobre o processo de transição alimentar, mental e social que pessoas passam para se tornarem vegetarianas e veganas. Através de depoimentos de pessoais comuns, médicos, religiosos, celebridades e especialistas do meio, o filme mostrará como funciona esse período de adaptação na mudança da alimentação e estilo de vida sem nada de origem animal.

A campanha de financiamento coletivo, crowdfunding, realizada pelo site Kikante tem como objetivo financiar a produção e finalização do documentário “QUANDO ME TORNEI VEGANO” e exibição em salas de cinema.

Juliano Grafite é diretor de cinema e documentarista. Em 2015 lançou o documentário “A Transição”, filme que fala sobre um retiro espiritual onde se passa 21 dias sem comer. Além de ter sido exibido no Canal Brasil, o documentário foi notícia no portal Hypeness, Zupi, Vice, Jornal Estadão, rádio Mundial, rádio Boa Nova e CBN. Agora, o diretor tem mais esse desafio: concluir o documentário “Quando Me Tornei Vegano”.

Seja por tomada de consciência do sofrimento dos animais, por motivos de saúde ou por conta do enorme impacto ambiental, o veganismo esta crescendo no Brasil e no mundo, até mesmo em regiões em que o churrasco faz parte da cultura local, como o Rio Grande do Sul. Segundo o Ibope – em 2011 mais de 17 milhões de brasileiros se declararam vegetarianos, ou seja, 9% da população do Brasil. Esse é um número significativo e que é preciso estar atento, já que os hábitos de muitos brasileiros estão mudando drasticamente nessa última década.

Segundo o diretor do filme Juliano Grafite este é um documentário muito importante já que além do sofrimento do próximo o planeta terra não suporta mais o impacto causado pela criação de gado e consumo de animais.

O projeto convoca para a colaboração de pessoas vegetarianas, veganas e simpatizantes da causa para colaborarem com uma campanha de Crowdfunding, financiamento coletivo, para financiar a produção, finalização e lançamento do filme.

A campanha de arrecadação, que já esta no ar no site Kickante pelo link www.kickante.com.br/docvegano, oferece várias opções de recompensas para quem contribuir, entre elas ingressos para assistir o filme nos cinemas nas capitais São Paulo ou Rio de Janeiro. E as Recompensas Solidárias que revertem 30% do valor arrecadado para dois santuários de animais que cuidam e resgatam animais salvos de abate, tráfico ou situações de exploração. São mais de 600 animais que vivem nestes dois locais beneficiados, entre eles as 60 porcas resgatadas no acidente do Rodoanel ano passado.

É possível contribuir com qualquer valor para que este projeto seja realizado. Acesse o site da campanha http://www.kickante.com.br/docvegano.

Vá para cima