Lendo agora
Porque o silêncio é a base do autoconhecimento

Porque o silêncio é a base do autoconhecimento

Nowmastê

Descubra como a prática diária pode transformar sua vida

Do blog de Sri Prem Baba

Mais do que falar sobre o silêncio, eu tenho constantemente tentado lhe mostrar na prática o poder do silêncio, lhe convidado a fazer a experiência de parar algumas vezes no seu dia, sem celular, computador ou distrações, e se recolher no silêncio, nem que seja por um instante. Às vezes, somente alguns segundos em silêncio podem transformar o seu dia, alquimizando completamente o seu estado mental e fazendo com que você retorne ao centro. Com somente um instante de silêncio é possível iluminar a escuridão, mas para que isso aconteça é importante que você se afine com essa prática, cultivando o silêncio em seu dia a dia.

A prática constante é muito poderosa e é somente se entregando a ela que você poderá conhecer o poder que o silêncio pode ter em sua vida. De resto, será apenas eu usando palavras para te contar a minha experiência, sem que você viva a sua.

É verdade que em um primeiro momento o silêncio não lhe parecerá natural e será preciso exercitá-lo como uma austeridade inteligente. Possivelmente, quando você se dispuser a se aquietar e silenciar, perceberá um grande barulho interno, uma grande agitação, uma ansiedade e um turbilhão de sentimentos e pensamentos

Às vezes, somente alguns segundos em silêncio podem transformar o seu dia, alquimizando completamente o seu estado mental e fazendo com que você retorne ao centro.

Na medida em que usar sua vontade consciente e fizer algum esforço para se colocar quieto, você começará a se desassociar dessa mente barulhenta e aos poucos, conseguirá romper com o pensador compulsivo. No mínimo, irá ampliar o poder da sua auto-observação (principal requisito para a expansão da consciência) para poder ver o tumulto que te habita e a origem de suas raízes, podendo assim, se aprofundar no processo de cura e transformação.

Ao meu ver, o cultivo do silêncio é a base que permite que você identifique aquilo que está atrapalhando o seu desenvolvimento e precisa ser transformado dentro de você, ou ainda, o agente que te possibilita se aprofundar ainda mais na sua luz. Ele é seu aliado no desenvolvimento do foco e da concentração tão necessárias tanto na cura dos processos de autotransformação, quanto na percepção do seu eu real.

Conforme você se disciplinar na prática do silêncio, será possível atravessar essas resistências e entrar em comunhão com o Ser, onde o silêncio então flui naturalmente. Isso porque, ele é a eloquência do Divino e tudo o que existe nasce a partir dele: a verdade, a beleza e o amor. O Ser repousa no silêncio e meu propósito é proporcionar que você viva a experiência de comunhão com o Ser – e quando isso ocorre, naturalmente você silencia.

Mas para chegar nessa experiência é preciso praticar e se abrir para a experiência do silenciar, que pode ser muito reveladora e trazer chaves de compreensão para questões muito profundas da sua alma. O silêncio pode ainda, tomar a forma de uma palavra, de uma música, uma poesia, um gesto, uma pintura… Lembre-se que ele é a expressão real do seu Ser, é como a ponte para o eterno.

experimente colocar em prática esse exercício tão simples de parar algumas vezes no seu dia, se desligar do mundo lá fora e colocar o foco no fluxo da sua respiração.

Aos poucos, conforme você for se afinando com os códigos divinos do silêncio, vai perceber na prática que ele é preenchido de bem aventurança, é preenchido pelo Espírito Santo. As respostas para suas perguntas e a compreensão para o jogo da vida surgirão espontaneamente, mesmo que você não tenha feito as perguntas, acordando valores em você como a calma, a aceitação e a paciência.

O silêncio iluminado é um florescimento da presença, mas o cultivo consciente do silêncio é uma forma de evocar a presença. Portanto, mais uma vez eu lhe convido: experimente colocar em prática esse exercício tão simples de parar algumas vezes no seu dia, se desligar do mundo lá fora e colocar o foco no fluxo da sua respiração. A cada expiração permita se esvaziar de toda expectativa e de toda preocupação, relaxando e estando total no momento presente, onde você simplesmente testemunha de forma silenciosa o fluxo da respiração, evitando julgamento, crítica, comparação e diálogo interno.

Eu os convido a se recolherem em silêncio por um instante. Mesmo que seja um único instante, esteja inteiro nele. Permita-se descansar no seu silêncio.

*Prem Baba é um mestre espiritual nascido no Brasil, há 50 anos, em São Paulo (SP). Batizado na igreja católica como Janderson Fernandes, filho de uma família de classe média/baixa paulistana. Reconhecido aos 36 anos por seu guru, Maharaj Ji, na Índia, como mestre da ancestral linhagem Sachcha, Prem Baba tem atualmente milhares de discípulos espalhados por vários países.
www.sriprembaba.org

Vá para cima