Lendo agora
Perceber e Retornar

Perceber e Retornar

Nowmastê

Por Carol Lefèvre*

percebereretornar
a janela

Um aspecto da prática do zen é a busca da harmonia, interna e externa.

Mas na semana passada meu pescoço travou, um torcicolo me pegou de jeito.
E então vieram as perguntas. O que a dor ensina? Quando o corpo fala, o que é que não estava sendo ouvido? 

Então, parei e descansei.
Não fui trabalhar na cozinha.
Deitei sozinha no quarto, olhei bastante pro teto.
Parei e observei, o que estava errado?
Foi um vento frio, o peso das panelas ou falta de alongamento?

Parei e fiquei quieta.
Fui na acupuntura, bebi mais água e fui deixando o pescoço relaxar.
No zazen se nos desconcentramos, a recomendação é de simplesmente voltar a atenção na respiração, não perder tempo julgando. Apenas retornar, sem culpa e sem culpar.
Foi o meu exercício da semana. E no final de semana já consegui sair para passear.
É tão bom quando a dor passa, que o corpo volta ao seu normal. E é bom perceber o ensinamento que a dor deixa, como manter a postura correta, a atenção nos movimentos e no que é adequado para o seu físico.

Boa semana e muita atenção!
_/_

 

Carol

Saiba mais sobre a transformação da Carol e sobre o seu projedo Pedaços do Caminho. 

 

Vá para cima