Lendo agora
Participamos do Workshop: A Verdade Nua e Crua

Participamos do Workshop: A Verdade Nua e Crua

Nowmastê

Participamos de um final de semana com muitos aprendizados, meditações e vivências de autoconhecimento no Workshop Verdade Nua e Crua com Flávia Melissa e Ariana Schlösser.

Por Renata Yahn e Ana Cristina Koda

bhavana

Autênticas, verdadeiras e com dúvidas e questões iguais a de qualquer pessoa, nos sentimos como se estivéssemos na sala de estar da casa delas. Flávia Melissa e Ariana Schlösser tem estilos bem diferentes, o que tornou ainda mais especial, corajoso e rico este empreendimento em conjunto no evento “A verdade nua e crua sobre a espiritualidade”.

As questões levantadas eram relevantes a qualquer momento da vida de cada um. O auditório do Teatro Santa Cruz, repleto de pessoas, mulheres na sua maioria esmagadora, buscando um despertar para uma nova consciência. Bonito de ver! Ninguém estava ali em busca de um objeto material, mas em busca de autoconhecimento.

Com caderno e lápis na mão, fomos convidados a refletir e fazer anotações em diversos momentos. Temas como espiritualidade, relacionamentos, ego, sombra e perdão são abordados.

Entre teoria, exercícios, momentos recheados de emoção e “caídas de fichas da platéia”, algumas passagens que valem o registro.

” A autorresponsabilidade é a única saída para transformarmos o mundo. ” Flávia Melissa

” O rápido contato sexual dá uma falsa sensação de intimidade emocional, quando na verdade estamos nos desconectando emocionalmente uns dos outros.” Ariana Schölesser

E a leitura do texto “A pequena alma e o sol”, do livro de Neale Donald Walsch, que conta brevemente a nossa história como seres espirituais iluminados, foi um momento realmente encantador.

Encerramento inspirado com o clipe da música “Thank you for hearing me” de Sinead O’ Connor. A sensação no final é de muita gratidão.

Um workshop para todos, muito bem organizado por Bruna Ortiz e Rafaela Pedrosa, da Bhavana.

crédito de imagem: Fernando Banzi 

Veja comentários

Deixe uma resposta

Vá para cima