Lendo agora
Para que servem os mantras?

Para que servem os mantras?

Nowmastê

Em sânscrito, a palavra mantra significa “instrumento para o pensamento [adequado]” (man = pensamento, mente; tra = instrumento). Basicamente, é um som que tem um significado e tem como objetivo lembrar algo importante para o praticante. 

Os mantras têm a capacidade de servir como foco para que a mente se concentre. Ela tem a sua própria agenda e dificilmente pode ser controlada. Se você percebe essa dificuldade na sua meditação, respire aliviado: acontece com todo mundo e significa que sua mente é totalmente normal. Seu trabalho durante o mantra consiste justamente em voltar incessantemente a sua atenção para o som do mantra e refletir sobre seu significado. Isso traz como conseqüência o aquietamento. Essa paz mental não é um fim em si mesmo, mas um meio para conseguir o discernimento, para preparar-se para a libertação, moksha.
1480558_10152453709758677_1154061931_n-1
Sons sagrados

Na tradição hindu, os mantras são considerados Shruti, revelação. Isso significa que não foram criados por um autor humano, mas percebidos em estado de meditação pelos sábios da antigüidade, chamados rishis. Esses sons descrevem as diferentes revelações que estes sábios tiveram, e servem como indicadores para orientar os humanos em direção ao autoconhecimento. Por exemplo, os mahavakyas, as grandes afirmações da tradição dizem: aham Brahma’smi, “eu sou a Consciência do universo”, tat tvam asi, “tu és Isso (Brahman)”, etc. 

A língua sânscrita é considerada uma língua revelada, portanto sagrada, assim como o aramaico, o hebraico ou o latim são para a religião judaico-cristã. Como língua, o sânscrito tem a virtude de conseguir comunicar nuanças de significados muito sutis, e sua vibração sonora produz efeitos não somente na mente mas também, por ressonância, nos corpos energético e material. 

Fonte: Gam Yoga 

Veja comentários

Deixe uma resposta

Vá para cima