Lendo agora
Óleos vegetais – mais de 1001 utilidades

Óleos vegetais – mais de 1001 utilidades

Avatar

Por Gracie Freitas*

Eles amam a nossa pele e cabelos. Seus benefícios vão desde hidratação, brilho, fortalecimento e proteção dos raios ultra violetas.

São ricos em ácidos graxos como ômegas 3, 6 e 9, vitamina E e antioxidantes.

São várias opções de óleos vegetais: semente de uva, gergelim, jojoba, abacate, argan, coco, oliva, buriti, rosa mosqueta, rícino, castanha do pará, babosa, girassol, linhaça e a lista vai adiante.

Alguém pode estar se perguntando o que o óleo de oliva e coco estão fazendo nesta lista. Gente, desconfiem daquilo que você pode passar na pele, mas não pode ingerir. Pasmem, mas o que colocamos na pele atinge a nossa corrente sanguínea.

Saudades das receitinhas do tempo da vovó:

  • Amêndoas Doce – na prevenção de estrias
  • Rosa Mosqueta – ameniza cicatrizes, rugas e linhas de expressão
  • Abacate – hidrata cabelos e pele ressecados
  • Coco – uso o meu substituindo o óleo de soja, até mesmo em bolos. Também no cabelo e corpo: hidratante, removedor de cera de depilação, demaquilante e vários outros usos.

Muitos gostam do óleo de rícino para os cabelos, mas prefiro somente no couro cabeludo e em pouca quantidade porque acho muito pesado para meus fios.

Nessa hora vale nosso bom senso porque cuidar de nosso corpo também é uma forma de autoconhecimento. Não adianta eu achar que tenho a cabeleira volumosa da globeleza e ficar com meus fininhos empastados.

Algumas diferenças quando comparados aos óleos essenciais:

  • o aroma é menos concentrado. Quase não tem cheiro;
  • pode ser aplicado diretamente na pele e couro cabeludo;
  • não apresenta contra-indicações;
  • alguns podem ser ingeridos;

Como posso usar no meu dia a dia?

  • hidratação dos cabelos: Massageie seu couro cabeludo com movimentos circulares da base até o topo da cabeça. Isso ajudará no crescimento dos fios.
  • podes misturar no shampoo, condicionador ou creme de massagem.
  • como carreador de óleos essenciais, pois alguns óleos essenciais não podem ser usados diretamente na pele. Neste caso, mistura-se o óleo vegetal (maior quantidade) a algumas gotas de óleo(s) essencial (is).

Agora que aprendemos como usar esses preciosos, cuidempara adquirir um de boa procedência, ou seja, 100% puros, sem adição de óleo mineral, petrolatos, conservantes, essências, paraffinum liquidum e outros nomes esquisitos.

E por fim, por que buscar produtos naturais e orgânicos?

Porque se a gente não aceita o que está nas prateleiras, as grandes empresas vão considerar a pesquisa em produtos biodegradáveis e com essa atitude, toda natureza se beneficia: os humaninhos, os sapinhos, os peixinhos, etc.

Um abraço a todos.

*Sou baiana, mutante por natureza desde sempre.
Moro em Blumenau/SC. Formada em Análise de Sistemas, mas respondendo ao meu propósito de vida, hoje trabalho com Aromaterapia e com as terapias Floral e Reiki.
Atendo num espaço próprio e também como voluntária na Furb – Universidade Regional de Blumenau.

Site: http://pele-de-flor-natural-com-amor.webnode.com/

Veja comentários

Deixe uma resposta

Vá para cima