Lendo agora
O que os sonhos te dizem?

O que os sonhos te dizem?

Ana Paula Bet

Por Ana Paula Bet, do blog SER e SÓ

Você costuma sonhar? Mas sonhar no sentido direto mesmo da coisa: ter lembranças na mente de histórias criadas pelo inconsciente enquanto você dormia. Pontualmente eu sonho e uma das coisas que mais gosto é ler a interpretação dos sonhos após uma noite cheia deles ou após aquele lampejo de sonho, entre o acordar, cochilar e acordar, sabe?

Nas cidades do interior ainda é muito comum o hábito de interpretar o sonho, geralmente com intuito de aproveitar o sinal para “jogar no bixo”. Você lê no livro dos sonhos (hoje na internet também) e além do significado do mesmo, pega os números relacionados para apostar. Dependendo da intensidade do sonho e do apostador, a investida é alta, tendo eu visto muitos casos de prêmios ganhos, tanto quanto de dinheiro perdido, claro.

Outro ponto que me chama a atenção é que muitas vezes vamos esquecendo o sonho logo ao acordar. Diz a ciência (sim a ciência também pesquisa os sonhos), que a lembrança ou não do sonho tem relação com o nível de adrenalina liberada conforme a intensidade das emoções sentidas no sonhar, além da “lógica” presente (o cérebro elimina muita coisa automaticamente que não julga lógica/útil no consciente). Por isso lembramos mais de pesadelos ou coisas muito impactantes geralmente.

Sempre que sonho, procuro o significado em mim, nos livros, além de também ficar atenta as sensações, pessoas e coisas que estavam nele, pois entendo que há algum sentido, afinal não é sempre que o inconsciente se utiliza de exemplificações tão nítidas e diretas quanto nos sonhos, mesmo se temos um sonho “muito louco após uma noite de comilança” (sim pois dizem também que comer demais antes de dormir é certeza de passar a noite sonhando).

Por fim, com tudo isso, entendo que o sonho nos diz é que ele é uma espécie de meditação involuntária e invertida, gerada pelo nosso conjunto de percepções guardadas, sendo interessante usar a reflexão de modo consciente quando é possível. E quanto a tentar aproveitar ainda para um joguinho, por que não? Se o sonho lhe motivar, faça isso, afinal fazer uma aposta com convicção é muito melhor do que sem.

Abaixo umas interpretações curiosas, as quais “quase” lembro de cor, desde minha infância (pois fazíamos jogo do bicho no mercadinho dos meus pais, na verdade até hoje fazem :

Sonhar com dente: entendido na crença popular que é “mau sinal” ou sinal de morte de alguém próximo ou conhecido.

Sonhar com morte: não é algo ruim necessariamente, pode inclusive ser algo bom, um momento de transição.

Sonhar com pessoa amada: geralmente algo bom, mesmo se no sonho tem brigas.

Sonhar que está sendo perseguido: também geralmente é algo bom, que deve seguir em frente nos objetivos.

Sonhar com comida: geralmente é sinal de prosperidade, alegria, fartura.

Se quiser saber mais sobre interpretação de sonhos, veja aqui.

 

*Ana Paula Bet é fascinada por observar e absorver. Escrever é uma paixão desde jovem, a qual hoje está canalizando para compartilhar mais.

Nômade digital, está hoje Designer Gráfico e Comunicadora Digital no APBet Design, Social Media em Startup de Homefit e membro idealizadora do Blog Ser e Só. Gosta de bom humor, natureza, empatia, atitude, praia, livros, fotos, músicas, cozinhar, comer, amar e rezar.

Se encanta com ideias construtivas e conexões inusitadas, mas se encanta ainda mais com as infinitas possibilidades da vida, como aquela de a cada dia podermos nos tornar um pouco mais quem realmente somos.


e-mail: [email protected]

Vá para cima