Lendo agora
Não dá pra deixar a espiritualidade no armário

Não dá pra deixar a espiritualidade no armário

Avatar

Por Gustavo Tanaka*

Não dá pra deixar a espiritualidade no armário

espiritualidade

Provavelmente você acredita em alguma coisa.

Se você se identifica com uma religião, acredita no seu Deus, no seu profeta ou nos seres divinos das suas crenças.

Talvez você não se identifique com nenhuma religião, mas acredita no universo, no na natureza, na força, ou em energia.

Não importa em que você acredita. Mas provavelmente você acredita.

E se você acredita em algo, por que é que deixa esse algo fora do seu dia-a-dia?

Por que é que a espiritualidade é um casaco que é vestido somente em ocasiões especiais?

Por que é que nos lembramos de Cristo somente na missa?

Por que é que nos lembramos de Deus somente quando queremos ajuda?

Por que é que nos lembramos do universo somente quando esperamos um milagre?

Por que é que lembramos que temos uma espiritualidade somente quando estamos meditando?

Por que é que lembramos que somos parte da natureza somente quando estamos na natureza?

Por que é que vivemos nossas rotinas como se nada disso existisse?

O que quero dizer é que se acreditamos que existe algo maior, que existe uma consciência por trás de tudo e que tudo é regido por uma inteligência,temos que ter consciência dela o tempo todo.

Eu não faço isso. E por isso escrevo esse texto.

Na verdade, os textos que escrevo são mensagens para mim mesmo (e que acabam sendo para quem tiver lendo também).

Em cada ação que realizamos, em cada movimento, cada atividade, devemos nos lembrar de que existe algo por trás.

Talvez se fizermos isso, conseguimos ter mais presença, confiar mais, duvidar menos, sofrer menos e amar mais.

Conseguimos nos manter mais presentes no agora, porque não precisamos nos lamentar do passado e nem nos preocupar com o futuro. Tudo é como deve ser.

Conseguimos confiar mais, já que existe uma inteligência por trás disso e eu não tenho tanto poder para criar tudo isso.

Conseguimos duvidar menos dos outros e pensar que quem aparece é a pessoa certa.

Conseguimos olhar todos os outros como seres divinos, como seres de luz e como seres cheios de amor.

E aí sua vida muda.

Sua forma de viver muda.

Sua relação com o mundo muda.

Se somos espiritualizados, é hora de vivermos isso de verdade. E não somente nos horários vagos.

Não vamos deixar a espiritualidade como um casaco que fica no armário e você somente tira quando está frio.

Vamos trazer essa consciência para o trabalho, para as relações, para nossos sonhos e para nossas horas de diversão.

Talvez assim a vida fique até mais divertida…
Se esse texto ressoou e você sentir vontade de retribuir, você pode fazer uma contribuição clicando aqui.

Eu serei grato por poder seguir compartilhando textos livremente…

Gustavo Tanaka

O que leva um executivo a largar uma carreira promissora em empresa multinacional, largar diferentes empreendimentos e seguir um chamado do coração? Gustavo Tanaka revela em seu primeiro livro“11 Dias de Despertar – Uma Jornada de Libertação do Medo”como esse processo de busca por propósito que já durava alguns anos o levou a ter as respostas que sempre procurou. O autor compartilha conosco sua jornada, quando chegou a um limite pessoal, pediu ajuda e, repentinamente, passou a formular perguntas e ter respostas imediatas de uma Fonte superior, levando-o ao que ele designa “meu” processo de despertar. Facebook.


Meus projetos

e se esse texto ressoou e você sentir vontade de retribuir, você pode fazer uma contribuição para ele clicando aqui.

Eu serei grato por poder seguir compartilhando textos livremente…

Veja comentários (2)

Deixe uma resposta

Vá para cima