Lendo agora
Invocar as energias do universo

Invocar as energias do universo

Monika von Koss

Por Monika Von Koss*

flor

Podemos contar com a colaboração das energias cósmicas para realizarmos nossos propósitos e desígnios. Não tenho qualquer dúvida quanto a isto. Mas tenho ouvido muitas pessoas pedirem ajuda ao universo, quando elas se sentem incapazes de modificar as coisas, quando a vida não lhes acontece como esperam. E parece que o universo não lhes responde.

Isto não tem nada a ver com merecimento, com ser boa/bom ou não, ou qualquer outro critério ditado pela moral vigente, que se baseia no julgamento entre o bem e o mal. Isto está relacionado apenas com as leis que regem as relações cósmicas.

Vamos entender isto melhor. O universo não emite julgamento, porque tudo no universo tem serventia. Assim, quando invocamos as forças cósmicas a partir de um lugar de impotência, o fluxo de energia cósmica incrementa nossa impotência. Disto resulta que precisamos fazer a nossa parte, para que as forças universais possam colaborar conosco na criação daquilo que queremos para nós.

E isto é algo que não aprendemos a fazer, focar nossa energia naquilo que queremos. Mais comumente focamos nossa energia no que não queremos, focamos naquilo de que queremos nos livrar. Em assim fazendo, criamos uma imagem daquilo que não queremos e esta imagem vai captar o fluxo energético do universo, incrementando exatamente aquilo que não queremos.

Então, antes de invocarmos a contribuição do universo para realizarmos nossos propósitos, precisamos ter clareza do que queremos e sustentar isto em nossa mente e em nosso coração, para que o influxo energético fortaleça exatamente isto. Esta é a parte que nos cabe fazer em qualquer situação: mudar nosso foco para aquilo que queremos, em vez de nos concentrar naquilo de que queremos nos livrar.

Para fazer isto, precisamos reconhecer a serventia de qualquer experiência, aceitar o fato de que isto está acontecendo em nossa vida e extrair o ensinamento que toda experiência tem para nós. E é importante entender que aceitar uma experiência não requer aprovação nem desaprovação. Trata-se simplesmente de aceitar o fato de que ela está acontecendo. Quando me abstenho de julgamento, posso decidir se quero incrementá-la ou modificá-la, se quero ter mais desta experiência em minha vida ou se escolho outro tipo de experiência.

Antes de invocarmos as energias do universo, precisamos fazer escolhas. O universo não escolhe por nós, ele apenas incrementa o que nós escolhemos. Acontece que fazemos a maioria das nossas escolhas de forma inconsciente. Em lugar de nos julgar e repreender por causa disto, precisamos aceitar este fato e simplesmente reformulá-las de modo consciente.

Que tal rever suas escolhas e transformar sua vida?

MonikaKoss1

*Monika é psicoterapeuta de abordagem energética transpessoal, com longa experiência em atendimento clínico, complementou sua graduação em Psicologia com especialização em Psicanálise e diversos estudos adicionais em técnicas corporais e energéticas, Xamanismo e Budismo Tibetano. Suas pesquisas do Feminino e da Deusa resultaram em cursos, workshops e rituais realizados no Espaço Caldeirão, além de textos e livros publicados. Atualmente encontra-se em Formação para Praticante de Fractologia – a Ciência da Cura, ancorando no Brasil o trabalho desenvolvido pela Dra. Catherine Wilkins da Austrália.

www.monikavonkoss.com.br

Vá para cima