Inteligência Espiritual: descobrindo o seu SQ

Por Gabi Picciotto*

Na opinião de muita gente, pode parecer contraditório ver espiritualidade como uma inteligência. Se por um lado, para muitos pensadores a inteligência é algo que quando aplicada tende a dissipar os velhos mitos e crenças pré-racionais das religiões tradicionais, de outro, muitos buscadores espirituais têm uma desconfiança inerente da mente racional, vendo-a como um obstáculo ao “real” discernimento espiritual.

Por esses motivos, durante muito tempo, os termos inteligência e espiritualidade podem ter caminhado de forma distante um do outro. E é ai, que entra mais uma genialidade, a meu ver, da abordagem integral: ela é capaz de abordar de maneira inteligente a espiritualidade.

Pela abordagem integral, a palavra “espiritualidade” pode ser entendida de muitas maneiras diferentes. Duas muito utilizadas no coaching integral e em diversas metodologias de desenvolvimento pessoal, são a noção de estados de consciência e a visão da espiritualidade como uma linha de desenvolvimento, isto é, como uma de nossas múltiplas inteligências, como a inteligência cognitiva, emocional, interpessoal e muitas outras.

E é exatamente dessa noção de linhas, que abordaremos neste texto.

Meditate-Higher-Self

No início do século passado, começou a ser difundida a ideia do QI (Quociente de Inteligência), como uma espécie de organização neural que permite ao homem pensar de forma lógica e racional e na sequência foram criados testes de medição do QI.

Com o tempo, foram surgindo outras linhas de pesquisa que a inteligência poderia estar além de qualidades meramente lógicas ou cognitivas. Pesquisas demonstraram que nem sempre os mais bem dotados intelectualmente, eram os mais bem sucedidos profissionalmente. Na década de 80, o psicólogo e pesquisador Howard Gardner, ampliou o conceito de inteligência única, para o conceito de inteligências múltiplas.

Na década de 90, Daniel Goleman, apresentou o conceito de Inteligência Emocional e o QE (Quociente Emocional), que considerou conceitos de Gardner sobre inteligência Intra e Interpessoal. Segundo Goleman, é o QE que capacita o ser humano a reconhecer seus sentimentos, a lidar com suas emoções, adequando-as às situações e colocando-as a serviço de um objetivo. Tal conceito foi amplamente difundido e atualmente é utilizado em inúmeras grandes Organizações para apoiar no desenvolvimento de seus funcionários. Atuando em uma Consultoria que adquiriu o assessment e conhecimentos de Goleman para aplicação, eu mesma, cheguei a aplicar o teste e apoiar no desenvolvimento de centenas de executivos.

O tempo passou, novas pesquisas vieram e um novo Quociente veio a toda, o QS (ou SQ em inglês), Quociente Espiritual. Tal conceito, tem sido trabalhado e difundido por renomes como Danah Zohar, Ian Marshal e Cindy Wigglesworth.

E para os estudiosos da abordagem integral de Ken Wilber, Cindy tem sido vista como a grande referencia quando o assunto é QS.

Inspirada no conceito de amor do oriente que diz que ““O amor é um pássaro com duas asas. Uma delas é a compaixão; a outra a sabedoria. Se alguma estiver quebrada, o pássaro não pode voar”, Cindy definiu a Inteligência Espiritual como a capacidade de se comportar com sabedoria e compaixão, mantendo a paz interior e exterior, independentemente da situação.

Ela elencou 21 diferentes competências de Inteligência Espiritual, trazendo o tema de uma maneira análoga aos conceitos de QE de Goleman. Ela inclusive desenvolveu um assessment que mensura o nível atual de QS de uma pessoa, destacando seus principais pontos fortes dentre estas 21 competências e aspectos de desenvolvimento.

O interessante da abordagem de Cindy, não é apenas o entendimento em termos de diagnóstico de nosso nível atual de QS, mas também, os caminhos/ passos de desenvolvimento a serem dados a seguir em prol do desenvolvimento de nossa inteligência espiritual.

Não é um abordagem religiosa, mas que atende desde ateu, pessoas com os mais diferentes credos e os espirituais e não religiosos a entender uns aos outros e trazer a tona questões universais cruciais para o desenvolvimento da humanidade.

E para aqueles que estudam a abordagem integral de Ken Wilber, o trabalho de Cindy pode ficar ainda mais interessante, pois como conhecedora das lentes, ela faz diferentes cruzamentos da QS com quadrantes, níveis e estados.

Para finalizar deixo dois materiais da própria Cindy falando sobre o tema:

  • Um TEDX mais curto em que ela apresente o QS e as 21 competências:

http://tedxtalks.ted.com/video/The-roadmap-to-nobility-Cindy-W

Infelizmente, ambos conteúdos só estão disponíveis em inglês, como a grande parte dos materiais que abordam os conceitos de Cindy.

Gabi-Picciotto-2

*Co-criadora do Curso Integral Way, Gabi é Master Coach Integral, especialista em propósito de vida e na utilização da abordagem integral como alavanca de mudanças sustentáveis em pessoas e organizações. Fundadora do The Sun Jar, atua como coach, palestrante e consultora integral apoiando pessoas e organizações no alcance de uma vida mais plena e com sentido. Gabi também é colaboradora do Nowmastê. Para mais informações acesse: www.thesunjar.com

Deixe uma resposta

Por uma vida mais consciente

Você quer receber as novidades e promoções do Nowmastê no seu e-mail?