Greenpeace faz protesto na semana da moda em Milão – #oReiEstaNu

oreiestanu

Ativistas do Greenpeace protestaram na Galleria Vittorio Emanuele na abertura da Semana de Moda de Milão contra o uso de substâncias químicas perigosas na confecção de roupas.

O grupo pendurou uma faixa de 100 metros quadrados dentro da galeria, onde aparece a top model russa Eugenia Volodina e um jovem rei, aparentemente sem roupa, com os dizeres “Beautiful fashion, Ugly lies?” e “#The king is naked”.

Ao mesmo tempo, ativistas envergavam faixas que diziam “Versace, Detox now!”. “Chegou o momento de grandes marcas como Versace fazerem aquilo que os consumidores e os apaixonados por moda do mundo todo já estão a fazer: eliminar da produção as substâncias químicas perigosas. Valentino e Burberry já o fizeram, o que é que está à espera Versace?”, indagou Chiara Camione, responsável pelo projecto The Fashion Duel.

O Greenpeace Internacional divulgou um relatório sobre a concentração de substâncias químicas tóxicas em peças infantis de oito marcas da alta moda, como Versace, Louis Vuitton e Dolce & Gabbana.

Em várias peças das grifes foram encontrados nonilfenol etoxilado (NFE), antimónio e compostos perfluorados (PFCs), elementos proibidos na Europa. Os maiores índices de NFE e PFCs foram identificados em produtos da Louis Vuitton e em casacos da Versace produzidos em Itália.

Se quiser saber mais sobre a campanha do Greenpeace “O Rei está Nu”, entre aqui.

Um Comentário

  1. Isso aí! Parabéns a Nowmastê!
    Vida consciente é também denunciar as injustiças e as violências contra a natureza e os seres vivos.

Deixe uma resposta

Por uma vida mais consciente

Você quer receber as novidades e promoções do Nowmastê no seu e-mail?