Lendo agora
Existe vida fora da bolha

Existe vida fora da bolha

Nowmastê

Por Thainá Cunha*

Imagem ILona OlkonenNessa busca por uma vida melhor, é super normal a gente se fechar dentro de uma bolha e ficar alheio ao mundo. Às vezes, isso é uma escolha consciente que vem de uma necessidade, outras vezes, vamos parar dentro de um casulo sem nem perceber.

Porém, no caminho do desenvolvimento pessoal, em algumas circunstâncias simplesmente fingimos não ver a vida lá fora, seja em prol de “criar a nossa própria realidade” ou de reformular nosso “mindset”. E está tudo bem, se essa for uma escolha pessoal que torna a vida mais feliz, já foi minha decisão em outros momentos também.

Mas, pelo menos para mim, além de enxergar as coisas bonitas do mundo, é vital também perceber e aceitar o lado sombrio que é intrínseco a tudo que nos rodeia. O documentário que sugeri ontem na página do Varal de Estrelas no Facebook traz uma abordagem importantíssima sobre isso.

Por exemplo, para mim nunca fez muito sentido a opção de não consumir notícias, para dispor de uma vibe mais positiva. Não digo isso só por ser jornalista não, até porque eu mesma não consumo tanto conteúdo jornalístico, mas sim por acreditar que existe o lado positivo e negativo em qualquer tipo de jornalismo, em qualquer mídia, cabe a nós consumidores separar o joio do trigo.

Assim como também acho esquisito filtrarmos somente o que nos interessa e não notarmos um morador de rua, não ter tempo para os velhos amigos, não ter empatia com pessoas que estão em outras trajetórias e não repensar nossas atitudes diárias.

É óbvio que essa é apenas a minha opinião e que respeito muito outras escolhas de vida, já que cada um tem a sua e isso é maravilhoso. Só quero relembrar que além das opções que fazemos, além das nossas buscas individuais e do nosso próprio umbigo, existe vida lá fora.

É lá fora que colocamos em prática nosso autoconhecimento e é com cada um fazendo a sua parte que as coisas mudam. Acredito que um mundo melhor começa dentro de nós, mas que também somos os responsáveis pelas nossas escolhas. Até mesmo quando decidimos simplesmente fechar os olhos e não nos posicionarmos.

Bora sair da bolha?

Imagem: ILona Olkonen

Thainá Cunha

*Meu nome é Thainá Cunha, moro em Ouro Preto, Minas Gerais e sou formada em Jornalismo. Acredito que gente inspirada, motivada e conectada consigo mesma tem um potencial incrível nas mãos. Trazer esse potencial à tona de forma leve e transformadora é a minha missão. E é através de conteúdo, produtos de informação e consultoria que inspiro as pessoas. No meu site, o Varal de Estrelas, você encontra matérias, entrevistas, opinião, dicas e ideias de autoconhecimento, estilo de vida e transformação pessoal

Veja comentários

Deixe uma resposta

Vá para cima