Lendo agora
Deixe a vida te transformar

Deixe a vida te transformar

Nowmastê

Por Thainá Cunha*

paciência

Esse texto é especialmente para aqueles que estão se sentindo no olho do furacão, pra quem sente no fundinho da alma que está vivendo um momento crucial de transformação.

É fato que momentos de transformação sempre vêm para todos e que isso pode acontecer com uma mudança de carreira, de cidade, com o término de um relacionamento, com uma doença, e de inúmeras outras formas. Mas é fato também que nesses momentos, em que o velho não existe mais e o novo ainda não chegou, o medo do desconhecido sempre fala mais alto.

Nós somos um remendo de tudo que nos toca, tudo que vemos, ouvimos, comemos, aprendemos, conhecemos – e aí se incluem experiências, lugares e pessoas. Somos um aglomerado de todos que encontramos pelo caminho e é na roda da vida que, muitas vezes, os momentos decisivos nos paralisam. Sabemos que mudar é tão necessário e vital quanto o ar que respiramos, mas é o salto no escuro que deixa nossas pernas bambas.

A transformação acontece sempre que nossa perspectiva muda. Esse texto aqui bem disse que: “Como suas experiências diferem e multiplicam, você se torna um homem diferente e, consequentemente, sua perspectiva muda”. É assim que um monte de gente que antes era (ou não) satisfeito com um determinado estilo de vida decide mudar. Algo que eu, particularmente, acho legal demais.

Se permitir ser transformado pela vida, pelos seus aprendizados, pelas coisas nas quais você acredita é libertador. Até porque evitar a mudança e ficar na zona de conforto acreditando que se possui todas as rédeas da vida, não dá muito certo. A gente sabe que, sempre que necessário, a vida vai nos virar do avesso. Muitas vezes, sem nem avisar e sem que você tenha programado na agenda.

E, cá entre nós, é tão bonito se transformar. A natureza nos ensina todos os dias que a transformação faz parte da vida, e que ela sempre vem pro bem. No fim das contas, a estrada só faz sentido de trás pra gente, do fim pro começo. É para isso que estamos aqui: para ser o milho que vira pipoca, a pedra que vira ouro, o casulo que vira borboleta, a noite que se transforma em dia, o silêncio que vira poesia.

Thainá Cunha*Meu nome é Thainá Cunha, moro em Ouro Preto, Minas Gerais e sou formada em Jornalismo. Acredito que gente inspirada, motivada e conectada consigo mesma tem um potencial incrível nas mãos. Trazer esse potencial à tona de forma leve e transformadora é a minha missão. E é através de conteúdo, produtos de informação e consultoria que inspiro as pessoas. No meu site, o Varal de Estrelas, você encontra matérias, entrevistas, opinião, dicas e ideias de autoconhecimento, estilo de vida e transformação pessoal.

Veja o comentário

Deixe uma resposta

Vá para cima