Lendo agora
De qual lado?

De qual lado?

Ana Paula Bet

Por Ana Paula Bet*

O lado emocional sugere cortar e pintar os cabelos conforme um modelo ousado que gostou. O lado racional pondera sempre em tirar as pontas.

Quando o emocional comenta para saírem e beber, o racional primeiro tenta os dissuadir da ideia, mas ao final cede, escolhe bons drinks e sempre culpa o emocional quando ambos se passam.

O lado emocional lê e se encanta. O lado racional lê e memoriza. O racional paga as contas. O emocional dá os melhores presentes. O racional aponta melhorias (defeitos?). O emocional te lembra das tuas maiores qualidades.

O emocional ama passear e ver novidades. O racional gosta de ficar mais seguro em casa ou onde conhece, enquanto pesquisa viagens. O emocional comenta que você canta/escreve/cozinha/dança/fala/vende bem mas o racional te lembra que você nunca fez muito isso, então precisa de atenção. Dois lados, tão diferentes mas que sempre analisam juntos o que quer que seja e depois vão ou fazem juntos, o que quer que for.

Aliás, vale lembrar, que muitas vezes, após o ponderar de ambos dos lados, você fica com medo! Medo de ser, de fazer, de ir, de voltar ou de continuar! Mas quem convidou o medo, eles se perguntam, se já somos dois e tão prestativos! (Realmente, mesmo com eles sempre atentos, alguns de nossos “eu’s” insistem em convidar cantos, pontas e diagonais do ego, dúvidas e sombras e aí já pode virar confusão parada no medo. Fique esperto!)

Por fim, viva os seus lados com respeito e equilíbrio! Não escolha, haja em prol de somas melhores!

*Ana Paula Bet é fascinada por observar e absorver. Escrever é uma paixão desde jovem, a qual hoje está canalizando para compartilhar mais.

Nômade digital, está hoje Designer Gráfico e Comunicadora Digital no APBet Design, Social Media em Startup de Homefit e membro idealizadora do Blog Ser e Só. Gosta de bom humor, natureza, empatia, atitude, praia, livros, fotos, músicas, cozinhar, comer, amar e rezar.

Se encanta com ideias construtivas e conexões inusitadas, mas se encanta ainda mais com as infinitas possibilidades da vida, como aquela de a cada dia podermos nos tornar um pouco mais quem realmente somos.

E-mail: [email protected]   

Vá para cima