Lendo agora
Crianças na cozinha

Crianças na cozinha

Avatar

Por Patricia D. Sâmtana*

Cozinhar é uma excelente forma de desenvolver o aprendizado multidisciplinar. Enquanto preparamos uma receita exercitamos a concentração, a organização e noções de higiene, aprendemos matemática, química, física, biologia, história, geografia, ampliamos o vocabulário e podemos até aprender palavras em outras línguas.

Crianças na cozinha são sempre bem-vindas, elas podem ajudar desde muito pequenas com atos como pegar ingredientes e utensílios leves e conforme avançam na idade, crescer sua participação, o que eleva a autoestima e a autoconfiança. O contato com os alimentos estimulam a curiosidade de experimentar e aperfeiçoam o paladar.

Bolos, pães e massas são excelentes formas de introduzir os pequenos nesta aventura, para cada idade pode ser dada uma atribuição diferente, mas uma dica é procurar ter um plano em mente, o que não significa que você seguirá à risca. Procure mostrar como cada utensílio funciona e os perigos do uso incorreto, crie limites e procure reforçar as regras estabelecidas para reduzir o risco de acidentes.

Procure mostrar às crianças que cozinhar é divertido, que preparar seu próprio alimento é sinal de autonomia e o respeito que devemos ter com a comida. Fale sobre o caminho que cada ingrediente percorre até chegar à mesa e todas as pessoas envolvidas neste processo.

Cozinhar tem um significado diferente para cada pessoa, mas pode ser um simples ato de amor ou uma grande revolução.

*Fisioterapeuta especializada em ortopedia, neurologia e geriatria, professora de Hatha Yoga e Consultora Culinária com formação no Natural Gourmet Institute em NY. Idealizadora do Movimento Bem Viver onde desenvolve projetos como Envelhecer Consciente, Cozinha Intuitiva, Comidaterapia entre outros. Ministra cursos regulares, palestras, workshops e atendimentos individuais para a promoção de saúde e qualidade de vida.

www.movimentobemviver.com

Vá para cima