Lendo agora
Como montar uma prática de Yoga baseada nos 5 elementos

Como montar uma prática de Yoga baseada nos 5 elementos

Yoga Vajra

A intenção deste texto é te ajudar a elaborar uma prática de Yoga de forma autônoma. Aspiro que, sempre que acordar ou quando estiver em um local de grande beleza ou na natureza, se inspire para realizar sua prática. Vamos lá.

De forma geral, para montar a sua prática, é preciso tentar ter consciência, naquele dia ou momento, de qual dos elementos (Terra, Água, Fogo, Ar ou Éter) está em excesso ou qual está em deficiência. – Para se aprofundar neste tema sugiro dois grandes professores: Tenzin Wangyal Rinpoche e Lama Padma Samten.

Mas vamos as dicas:

Observe como você está naquele momento ou dia.

  • Rígido: excesso do lung (ou energia) TERRA;
  • Choroso: excesso do lung ÁGUA;
  • Irritado: excesso do lung FOGO;
  • Agitado: excesso do lung AR;
  • Embotado: excesso do lung ÉTER/ ESPAÇO.

Perceba qual energia gostaria de ativar.

  • Foco/Firmeza = TERRA
  • Conforto/Relaxamento = ÁGUA
  • Inspiração/Criatividade = FOGO
  • Flexibilidade/Movimento = AR
  • Acomodação/Liberdade = ÉTER/ ESPAÇO

Como realizar a prática.

Se quiser ativar o elemento:

TERRA = realize poucas posturas (asanas) e fique mais tempo em cada uma delas;

ÁGUA = realize asanas para flexibilidade de forma suave indo de uma postura para outra em um fluxo;

FOGO = realize asanas focados na força do abdômen, aqueles que vão gerar calor;

AR = realize uma prática mais “dançante”, movimentada. Faça pranayamas (exercícios respiratórios);

ÉTER = Gere visão à partir da natureza do espaço. Dê tempo para se conscientizar de cada asana, de cada pensamento, permitindo tudo surgir e observando o desaparecimento natural.

Photo by Zen Bear Yoga on Unsplash

Indicação dos asanas para ativar cada elemento.

Aqui, vou colocar o nome em sânscrito de cada asana assim poderá achar a imagem de cada um deles na internet ou aqui mesmo no Nowmastê, no guia de posturas.

TERRA (foco):

  • Virabhadrasana l, ll e lll (guerreiros);
  • Virksana (postura da árvore);
  • Padasana (ancore a mente por 15 minutos em meditação).

ÁGUA (afeição):

  • Bhujangasana (cobra);
  • Parsvotanasana;
  • Ustrasana (realize de forma leve, relaxada).

FOGO (calor):

  • Utkatasana;
  • Chaturanga Dandasana (prancha);
  • Navasana (permaneça por 10 respirações).

AR (mudança):

  • Bitilásana e Marjaryásana (gato/vaca)
  • Sequência suave de Salvaçãoao Sol;
  • Uttanasana com movimento laterais;

Cada vez que soltar o ar olhe para trás, para um pé.

ÉTER (consciência):

  • Garudasana (postura da águia);
  • Anjaneyasana (lua crescente);
  • Shavasana (repousar e ampliar o relaxamento. Mente ampla).

Como começar sua prática de yoga.

Inicie posicionando seu corpo firmemente (sentado ou em pé) e entoe um som que acredita conectar-te a todos os seres do passado, presente e futuro que realizaram práticas de amor, alegria, generosidade e paz.

Sugiro o som OM, HA, HUNG.

Isso ajuda a trazer corpo, fala e mente para o presente, para o momento de sua prática.

Como finalizar sua prática de yoga.

Sugiro que dedique o mérito de ter esse tempo e saúde para praticar à sua mente e ao seu corpo para que eles jamais sejam empecilho para você viver uma vida plena. E que a sua existência ajude a levar a felicidade genuína (aquela que está além dos aspectos externos e materiais) a todos.

Agradeça todos os seres que facilitaram sua vida e colaboraram para você estar onde está, fazendo o que está fazendo.

Estas são dicas de uma prática de Yoga Vajra completa.

Experimente. Levante-se e prove.

Abraços fraterno,

Vanessa Mantuani

Veja comentários

Deixe uma resposta

Vá para cima