Como estar sempre em um “estado de felicidade”

Por Fernando Gabas*

Existe algo que as pessoas não atentam em suas vidas. Eu mesmo passei anos e anos sem atentar pra isso e posso dizer que perdi o melhor da vida nesse período.

Quero convidá-lo a fazer uma reflexão.

Qual percentual do seu tempo você passa tentando mudar o que acontece? Tentando mudar os fatos, as circunstâncias, as coisas que tem? Quanto você se esforça para conseguir aquela nova casa, aquele novo carro, aquela viagem? Somos condicionados a fazer dessas aquisições basicamente 100% de nossas vidas, não é assim?

Mas o que ninguém atenta é o Estado Interior que você se encontra ao passar por todas essas experiências na vida.

E a verdade é uma só:

Ou você está num estado desagradável ou você está em um estado maravilhoso.

E por desagradável você pode entender ansioso, preocupado, com medo de perder algo, medo de acontecer o que você não quer ou nunca acontecer o que quer… estressado, depressivo, de mau-humor. Sofrendo em última instância.

E um estado maravilhoso pode ser feliz, agradecido, divertido, harmônico, equilibrado, alegre, animado, entusiasmado. É o que chamamos em inglês de “Beautiful State”. (vou usar essa expressão se me permitem porque soa e traduz melhor, ok?)

Num “beautiful state” você faz o que é certo automaticamente. E quando você está sofrendo, num estado desagradável, você bate cabeça, você luta. Fisiologicamente seu cérebro não funciona direito quando está num estado desagradável. É só ver “as brilhantes falas” que você tem no meio de uma discussão e o tanto que você consegue ver melhor depois que se acalma.

E desse estado desagradável, as pessoas querem controlar tudo que acontece. Fazem um esforço danado para acontecer uma coisa, evitar que aconteça outra coisa. Sofrem quando as coisas não saem do jeito que ela quer. Querem mudar o comportamento dos outros, reclamam quando os outros não fazem do jeito que ela gosta… A vida é um resmungo!

Será que dá para controlar o que acontece no mundo afora? Claro que não! Os fatos acontecem, quer voce queira, quer não. Mas dá para controlar como você REAGE, responde a todos os fatos.

E mais importante que isso, dá para você experienciar a vida num estado maravilhoso independente dos fatos. Isso é o que importa no final das contas! Ou você não faz tudo que faz porque acha que aquilo vai te deixar feliz? Num “beautiful state”?

Mas a ordem está trocada. Não é o “sucesso” e depois o “estado de felicidade”.

É o contrário!

E não leia isso racionalizando e tachando de piegas. Estou falando de sua vida! E falo por experiência própria.

A vida é um iceberg: 10% se passa fora. 90% se passa dentro de você! (se eu dissesse 99% você ia achar que estou radicalizando né? mas o duro que é a verdade)

Análise!

Em que estado você tem passado suas experiências? Como você está agora? Como você acordou hoje? Como você passou o dia ontem?

Outro dia eu pedi para uma pessoa que estava toda estressada fechar os olhos e se conectar com momentos na vida dela que ela sentiu amor, gratidão, profunda felicidade… Ela não conseguia. É chocante até mas muita gente não consegue nem se lembrar dessas experiências, desses estados interiores maravilhoso. No máximo ela se lembra de uma alegria passageira depois de umas taças de vinho.

Conversei com uma senhora recentemente sobre isso e ela só se lembrava de “estados maravilhosos” no nascimento dos 3 filhos, no casamento e quando nasceu a primeira neta. 65 anos vividos e 5-6 momentos mágicos de profunda felicidade e gratidão!?!? Será que a vida é só isso?

Tente observar-se sem querer se justificar que a vida é assim mesmo, cheia de problemas e que não tem tempo para essa tal de felicidade. Você sabe que no fundo, é só o que você quer.

E é possível viver nesse estado feliz a maior parte de sua vida, ter milhares de momentos mágicos a cada dia!

Você precisa cultivar isso!

E infelizmente as pessoas não mais se permitem apreciar a beleza ao redor.

Quando você faz isso, mágica começa a acontecer.

E quanto mais evoluído você está mais você tem que procurar (e muito) para achar quando você estava num estado desagradável.

E o não evoluído é o contrário, tem que procurar para encontrar quando estava num estado maravilhoso!

Quando você está agradecido, você encontra mais razões para agradecer.

Quando você está feliz, você encontra mais razões para ser feliz.

E quando você está estressado, você encontrar milhares de razões para se estressar ainda mais!

Que tal acordar todas as manhãs e pausar a vida por 5 minutos vivenciando mentalmente momentos maravilhosos que você já viveu e que ainda vai viver?

E que tal a cada instante viver esse “beautiful state”?

Se você observar uma criança, verá que é só o que ela faz! Ela não se importa com os fatos, com as coisas, com o preço do que ela tem, com o que os outros vão pensar…

Ela vive o momento e entende que o que vale é o estado interior.

Mas depois cresce e começam as preocupações. E o brilho começa a diminuir!

Deixa eu contar uma história

Existia um rei que era extremamente inteligente. Ele conseguia pressentir os problemas, evita-los de acontecer. Ele mantinha seu reino totalmente seguro. Ele tinha sua visão. Era um rei considerado muito bom.

Mas…

E sempre tem um “ mas”.

Esse rei não estava feliz. Pois não é porque você é inteligente, cheio de poder, riquezas que você é feliz. É uma ilusão.

E ele começou a se fazer essa pergunta: “Por que eu não sou feliz?”

E nessa hora ele se tornou uma pessoa que busca a verdade. Ele queria transformar-se. Quando o reconhecimento acontece, quando o entusiasmo nasce, essa hora você se torna alguém que busca respostas.

E aí algum conselheiro do reino disse a ele ir procurar um sábio que vivia na floresta. “Talvez ele te dê as respostas que você busca”

E o rei foi até a floresta.

E achou o sábio, que raramente dizia uma palavra.

O rei contou a ele todo o seu problema e o sábio olhou para ele com uma sabedoria penetrante e disse: “Pause e olhe por trás das coisas.”

E o rei: “Mas eu sempre olho por trás das coisas, é o que eu faço, por isso que consigo prever o que vai acontecer e consigo manter o reino a salvo. O que você quer dizer?”

Mas o sábio não disse mas nenhuma palavra.

E ele foi embora…

… e continuou infeliz.

Até que um dia, ele tinha um prato de sopa a sua frente. E ele sentiu o cheiro da sopa, deu uma colherada, maravilhado com o aroma e sabor. E perguntou:

“Quem fez essa sopa?”
E o chef do reino veio e o rei agradeceu ao chefe. Mas aí o chefe disse: “Eu agradeço o seu apreço mas você tem que agradecer ao feirante porque ele que me vendeu todos esses deliciosos ingredientes, frescos e cheios de sabor.”

E o rei mandou chamar o feirante e ao agradece-lo ele responde: “Eu agradeço mas a verdade é que o jardineiro que planta que merece todo o mérito. Toda manhã ele entrega esses legumes deliciosos.

E o rei mandou trazer o jardineiro. E o jardineiro agradeceu mas disse que na verdade não era ele. O rei teria que agradecer a sua amada esposa pois ela que cuidava da casa, do filho e dele mesmo permitindo que ele dedicasse tempo a horta e trabalhasse feliz… E a esposa agradeceu ao filho pelo sorriso maravilho que a inspirava a ser cada dia melhor…

E o rei teve um “insight”, uma realização!

Ele constatou que na verdade, ao degustar a sopa, ele pausou a vida dele naquela experiência de se deliciar e saborear a “experiência da sopa.” Ele não estava mais correndo, pensando no que iria fazer logo depois…ele pausou. E não somente ele pausou mas ele olhou o que tinha por trás daquela experiência. Quais foram os fatores que permitiram ser possível aquele momento de prazer e beleza?

Consciência de gratidão.

Não é somente dizer que é agradecido. Não é algo mecânico de procurar coisas pelas quais você pode ser agradecido. Não. É um estado diferente de consciência.

Desse dia em diante, o rei passou a viver nesse “beautiful state.”

E suas decisões foram verdadeiramente sábias.

E o reino e todo o povo prosperou como nunca!

Assim como você prosperará ao cultivar esses estados interiores.

Te desejo uma linda jornada, num estado maravilhoso!

De 23 a 25 de junho de 2017 acontece em São Paulo o BEING LIMITLESS, evento organizado pela LIVE MATTERS, de Fernando Gabas e com apoio Nowmastê. Veja aqui.

*Fernando Gabas é empresário, CEO e fundador do Grupo Heartz. Possui investimentos em diversas empresas nas áreas de educação, alimentação saudável, consultoria e inovação em qualidade de vida e bem estar.

Mais do que um entusiasta e pesquisador sobre temas como nutrição, atividade física e equilíbrio emocional, tornou-se um dedicado e inovador empreendedor no desenvolvimento de soluções para propiciar saúde e qualidade de vida às pessoas; democratizando o acesso com soluções em tecnologia e aplicativos, disponibilizando conhecimento e produtos de ponta com custos acessíveis e viáveis para empresas e consumidores finais. Formado em Administração de Empresas pela Faculdade Getúlio Vargas, em São Paulo, também investiu em conhecimento em países, como EUA, Europa, Índia, China, Austrália e no Brasil. Começou sua carreira nessa área em 2001, aos 23 anos de idade, quando adquiriu a licença da divisão de fitness da marca Reebok, empresa que foi sócio e presidiu de 2001 a 2009.

Deixe uma resposta

Por uma vida mais consciente

Você quer receber as novidades e promoções do Nowmastê no seu e-mail?