Como descobri a Thai Yoga Massagem

Por Barbara Santos*
Antes mesmo de me entregar para as terapias corporais, com as quais hoje trabalho e me dedico, muita coisa era diferente! E completamente fora da linha de seguimento… Minha profissão era Analista Fiscal/Tributária.
 
Eu trabalhava numa Universidade em Curitiba, no departamento de Contabilidade, e certo dia, aos 21 anos de idade, descobri que estava com uma Úlcera Nervosa. Sendo tão jovem, e já com este caso clínico, ao me consultar com o médico, ele ficou impressionado com o nível de estresse que eu estava, e me aconselhou algumas coisas que muitos médicos não fazem: Yoga, Meditação e Lazer.
 
Na época, eu não entendia nada de Yoga ou Meditação, tinha a cabeça e a mente voltada totalmente para negócios. Era só o que eu sabia fazer, focar no trabalho. Mas resolvi seguir o conselho e buscar por lazer, me matriculei num Curso de Massoterapia, por pura vontade de aprender e fazer algo que eu realmente gostava.
 
Fazendo um parágrafo nesta história, a massagem está presente em minha vida desde muito jovem. Por volta dos 6 anos, eu comecei a aprender técnicas de massagem com minha babá, que além de ser babá, também era massagista. Com o passar dos anos, isso se tornou meu hobby, mas nunca imaginei em trabalhar ou largar minha “carreira profissional” para me dedicar às terapias corporais holísticas.
 
Durante as aulas do curso, eu ia sentindo algo muito estranho, eu estava amando tudo aquilo. Eu contava as horas do dia para poder ir à aula, era como seu eu realmente sempre quisesse fazer aquilo. Eu era feliz! Mas minha mente racional, logo chegava colocando ordem em tudo, e dizendo que aquilo tudo era só por um tempo, até o “estresse terminal”.
 
Nesta mesma época, enquanto eu estudava massagem, recebi uma proposta de trabalho, para uma empresa Multinacional. Fiz todo o processo seletivo, e ao final, não fui aprovada, porque não falava inglês. Aquilo foi como um tapa para eu despertar, sentia algo como: “perdi a oportunidade da minha vida”. Então decidi que era hora de mudar. Decidi que iria aprender inglês, mas fora do país, para que oportunidades como essa, não fossem mais perdidas.
 
Como eu tinha um bom cargo salarial, e alguns bens que fui comprando, a possibilidade de estudar a língua inglesa fora do país ficou mais fácil. Vendi tudo o que eu tinha, e em 6 meses eu já estava indo para a Austrália. Nesse tempo, eu estava a alguns dias de terminar minha formação como Massoterapeuta, faltando apenas 2 módulos. Mas foi inevitável, a vontade de mudar falou mais alto e eu cai na estrada, ou melhor, no avião!
 
A história de como tudo isso aconteceu, é longa, e para resumir tudo, escrevi em apenas alguns parágrafos. Mas desde o momento em que fui ao médico, e ele me aconselhou Yoga, Meditação e Lazer, tudo começou a conspirar. Parecia que o Universo estava me mostrando o caminho, como se uma venda dos meus olhos tivesse caído.
 
Meu namorado na época, foi comigo para a Austrália. Ele tinha a mesma vontade que eu, mudar e morar no exterior, então fomos juntos. Era a minha primeira viagem internacional, e a segunda dentro de um avião! Uma loucura! Descoberta pós descoberta. Ao chegar na Austrália, tudo era impressionante, porque eu nunca sequer tinha saído do Brasil. Os primeiros três dias foram os mais difíceis e mais legais, descobrindo tudo mas ao mesmo tempo, sofrendo com a língua – porque eu realmente não falava nada em inglês!
 
No quarto dia, me senti mais confiante, e resolvi que era hora de procurar emprego, afinal, todo o dinheiro que eu tinha, foi investido na viagem. Eu não podia contar com meus pais financeiramente, então era hora de trabalhar… E com o quê? Claro, a Massagem!
 
Mais uma vez, uma ajudinha Celestial! No primeiro dia que eu resolvi procurar emprego, eu consegui! Entrei no shopping center da cidade, e encontrei um estúdio de massagem, apenas chineses e japoneses trabalhavam lá. Eu não sabia como funcionava esse mundo de massagistas asiáticos na Austrália, e eu não tinha medo de levar um “não”. Bati na porta do local, procurando por trabalho (com a ajuda do meu tradutor – meu namorado na época), e consegui! Uma sessão de Shiatsu no dono do local, e eu tinha conseguido!

Os massagistas asiáticos na Austrália, tem certo preconceito quanto aos Ocidentais. Não sei exatamente porquê, mas raramente ou nunca, você verá um ocidental trabalhando com os Asiáticos Massagistas. Não sei como consegui, mas só sei que deu certo! E meu chefe dizia que eu tinha o espírito oriental. Isso foi interessante!
 
Minha primeira experiência trabalhando como massagista! Meu racional dizia: “quem diria Bárbara!”. Pois é, quem diria mesmo, se fosse no Brasil, eu jamais largaria minha profissão para trabalhar como massagista. Mas eu realmente estava amando tudo! Acho que estava aprendendo o conceito de “ser feliz no trabalho”. 
 
O tempo foi passando, e eu estava amando ainda mais o meu trabalho. E descobrindo o quanto eu era “boa naquilo”. Oportunidades foram se abrindo e novos horizontes também. 
 
Chequei a trabalhar num dos melhores SPA’s da Austrália – Keturah Day Spa. Fiz massagem em celebridades Australianas, dentre elas, a mulher mais rica da Austrália na época – Rhonda Wyllie. E sempre muito bem elogiada. Mas quanto mais eu amava, mais eu tinha sede em aprender! Foi quando uma voz veio em minha mente e disse: – Vá para a Tailândia.
Eu fiquei pasma! Aquela voz era muito clara! Na época, eu estava organizando uma viagem de volta ao Brasil com meu namorado. Íamos para passar um mês, visitar a família e amigos. Mas aquela voz, mexeu comigo. Pesquisei sobre a Tailândia, e descobri a Thai Yoga Massagem. 
 
Tudo começou a fazer sentido e ficar mais claro. Eu tinha que estudar aquela técnica. Decidi que não iria mais ao Brasil, ao invés de visitar a família, eu ia buscar por mais conhecimento, matar a sede que me dominava, e calar o racional que ainda brigava comigo porque eu tinha virado “massagista”. Meu namorado foi contra, discutimos sobre isso, e achamos melhor cada um seguir seu caminho. Foi triste, mas importante para essa nova fase.
 
Minha segunda experiência em um país novo, a Tailândia! Nossa! Que país! Que cultura! Que gratidão! O curso teve duração de 4 semanas – Advanced in Thai Massage. Foi fantástico! Eu tinha me apaixonado não só pelo país, mas também pela técnica. Tive contato com budistas, com a filosofia budista, com a pureza das coisas, nada mais me importava, eu queria me dedicar mais! A sede do conhecimento tinha aumentado, eu precisava saber mais, aprender mais, buscar novos horizontes. O meu racional não me julgava mais, tudo na minha mente estava calmo e confortável, eu tinha me descoberto! 
 
Entrei num templo, e fiz uma oração. Pedi que os Cosmos me ajudassem, iluminassem meu caminho, e que se realmente essa fosse a minha missão, que Eles me ajudassem, porque nada mais eu queria a não ser me entregar de corpo e alma para o mundo holístico. Já tinha se passado um ano na Austrália, eu já falava inglês fluentemente, não havia mais nada que me prendesse lá. Então, era hora de me dedicar às Terapias Manuais e retornar ao Brasil.
 
Quando voltei da Tailândia para Austrália, eu comecei a trabalhar arduamente. Eu tinha somente 4 meses de vistos, eu precisava juntar dinheiro durante esse período para retornar à Tailândia e então voltar para o Brasil. Só Deus sabe o quanto eu me esforcei e trabalhei, eu tinha 5 trabalhos, mas eu consegui! Dentro de um período curto, eu fiz o dinheiro necessário para pagar meus estudos, e retornar ao Brasil.
Voltei para a Tailândia, mas dessa vez, para fazer o Curso de Formação de Professor em Thai Yoga Massagem, foram três meses intensos de aprendizado, não apenas da técnica, mas também da filosofia! Foi sensacional! Eu estava muito feliz! 
Com Professor Chongkol Setthakorn, idealizador do ITM School, onde fiz minha formação como Professora em Thai Yoga Massagem.
Com Professor Chongkol Setthakorn, idealizador do ITM School, onde fiz minha formação como Professora em Thai Yoga Massagem.
Aula de Anatomia Humana no Laboratório de Medicina da Universidade de Chiang Mai.
Aula de Anatomia Humana no Laboratório de Medicina da Universidade de Chiang Mai.
Quanto mais aprendia, mais percebia que eu precisava aprender mais! Decidi ir também à Índia, aprender Yoga e Ayurveda, pois a Thai Massagem traz a filosofia da Yoga e fundamentos da Terapia Ayurvédica.
Depois de ficar quatro meses estudando e morando na Tailândia, viajei por alguns países da Ásia e então, fui para Índia. Lá, fiz um retiro de Meditação Vipassana! E ao final do retiro, os conselhos do meu médico faziam todo sentido! Acho que não há palavras para descrever o sentimento de Amor Universal e Gratidão que eu senti, foi lindo, e eu chorava de alívio, de ter descoberto a minha verdadeira essência, a minha verdade fonte de vida!
Depois segui para Rishikeshi, uma cidade sagrada da Índia, à beira do Ganges, em sua cor verde esmeralda, pude agradecer pela minha vida, pelo caminho que o Universo me mostrou! Lá eu estudei Yoga e Ayurveda, e meditei! Participei de alguns satsangas, e tudo agora fazia sentido. O sentimento que eu tinha era apenas de gratidão! Já me sentia pronta para voltar ao Brasil, e com uma missão, de que eu passaria toda essa essência de amor para meus futuros alunos e pacientes, o sentimento era puro e real!
paisagem (Small)
Em 2013 voltei para o Brasil, concretizei minha vontade e fundei minha empresa – Espaço Nibbana, em Curitiba, minha cidade natal. Onde trabalhei durante 2 anos como Terapeuta Corporal e Holística. Comecei a realizar cursos de formação em Thai Yoga Massagem pelo Brasil, e além de ensinar em Curitiba, já passei por São Paulo, Vila Velha e Rio de Janeiro.
Curso de Thai Yoga Massagem em Vila Velha/ES.
Curso de Thai Yoga Massagem em Vila Velha/ES.
Alunos em SP com a Certificação Internacional.
Alunos em SP com a Certificação Internacional.
Em dezembro de 2014 voltei para a Tailândia, e atualmente estou morando em Bangkok, na capital. Neste ano de 2015, começarei meu Mestrado em Filosofia, na Assumption University, onde busco mergulhar a fundo em meus estudos, buscando abrir a minha mente e entender não apenas a Filosofia Ocidental, mas também Oriental. Estudar mais as religiões e suas essências.
Em Fevereiro estarei no Brasil para os Cursos de Formação em Thai Yoga Massagem e Curso Prático de Reflexologia Tailandesa nas cidades de São Paulo, Curitiba e Vila Velha, retornando à Bangkok em Maio onde vou mergulhar em meus estudos filosóficos e práticas de Thai Yoga Massagem.
TYM - Barbara Santos 1 (Small)
TYM - Barbara Santos 2 (Small)
TYM - Barbara Santos 4 (Small)
TYM - Barbara Santos 3 (Small)
TYM - Barbara Santos 5 (Small)
ESPACO NIBBANA (2)

4 Comentários

  1. Muito bacana seu depoimento e como vc deu oportunidade ao seu coração que gritava e te mostrava seu correto caminho, seu Dharma! Gratidão! Namastê!

  2. Sua história é inspiradora Bárbara. Obrigada por compartilhar.

  3. Vanessa Argenton diz:

    Como é lindo como o Universo responde quando estamos no nosso Caminho né? Lindíssima sua historia! Obrigada por compartilhar.. tenho certeza que sua historia ajudará muitas pessoas, como já me ajudou!! Bjao

  4. Amei sua história, quando vira a Curitiba novamente para ministrar curso?

Deixe uma resposta

Por uma vida mais consciente

Você quer receber as novidades e promoções do Nowmastê no seu e-mail?