BodyTalk e o sonho de seu fundador – 2ª Parte

Avatar

Por Nirvana Marinho*

Pensar sobre os três cérebros – da cabeça, do coração e o gut ou cérebro entérico (do ventre) – tem atualizado a prática terapêutica de abordagem sistêmica que envolva energia e integração das histórias do corpo, mente e espírito. E o BodyTalk assim se define: uma prática constante de auto-conhecimento que reequilibra processos físicos, mentais, emocionais e aborda, com isso, questões advindas de vários campos da vida: “Por que repito padrões de pensamento? Por que meu fígado sempre me acorda de madrugada? Por que me coloco em situações de dualidade – ou isso ou aquilo? Por que não me sinto imponderado (a) das minhas emoções?”. Assim se alinham as histórias dos três cérebros e uma possível cura exponencial é um horizonte de saúde.

Dr John e Esther Veltheim, fundadores da abordagem do Sistema BodyTalk, falam neste artigo, aqui apresentada a segunda parte, sobre como olhar para o cérebro entérico tem modificado a percepção da jornada da alma. Além de explicar o BodyTalk, o artigo nos ajuda a nortear uma prática terapêutica que se questiona, atualiza e pondera seus percursos, como é o BodyTalk.

Com tradução da terapeuta CBP Nirvana Marinho, o artigo “I Had a dream” foi escrito em dois momentos (trecho 1 e 2) e aqui dividimos o trecho 1 em duas partes para melhor leitura, mas foi extraído páragrafos finais porque são detalhados para os terapeutas específicos.

Conheça mais da reflexão, do BodyTalk como terapia e daquilo que move-nos sonhar, como terapeutas ou clientes, uma prática de vida sistêmica e em constante reequilíbrio.

John e Esther Veltheim

Tradução Nirvana Marinho
(trecho extraído do artigo “I had a dream”)

“O consenso humano, em geral, ainda é que o cérebro da cabeça e do coração é a sede da lógica e da inteligência. Informam-nos logicamente em comparação aos sentimentos e sentidos mais sutis que são imprevisíveis e, portanto, considerados não confiáveis. Em outras palavras, o cérebro da cabeça é considerado o emissário primário ou representativo da nossa sabedoria inata. Ainda pior, por vezes o cérebro da cabeça é mal-entendido como nossa sabedoria inata. Mesmo que ensinamentos como o HeartMath nos mostrem o contrário, quebrar o hábito de reverenciar o cérebro da cabeça não é uma questão fácil.

É um conceito surpreendente para muitos afirmar que o cérebro da cabeça não está limitado em suas funções mas também pode estar prejudicado se o coração e o cérebro entérico estiverem funcionando mal. Em termos de BodyTalk e o entendimento da dinâmica do inato, começamos a perceber que o inato não tem um mas três emissários. Enquanto o cérebro da cabeça permite dominar e seus hábitos são perpetuados, a tendência natural do inato em direção a cura irá continuar sendo inibida e vários degraus são suprimidos.

Em termos simples, podemos chamar o cérebro da cabeça de Negociador, o cérebro do coração de Discernimento e o cérebro gut – nosso centro de força – a sede da Força da Vida, nosso impulso para a vida. Enquanto ao Negociador é dada suprema importância sem consultar os outros dois emissários, a vida é vivida de negociação em negociação, de debate a debate.

Enquanto o Discernimento – cérebro do coração – é demitido, o Negociador, na sua virtual autonomia, vê algo preto no branco e as situações da vida são controladas a todo custo. Enquanto o Negociador domina, censura e controla, a expressão natural da nossa Força de Vida é suprimida. Em outras palavras, nossa jornada da alma permanece árdua. Nosso cérebro gut vem sendo renunciado a a vida é algo difícil de digerir, impossível de assimilar.

A maior parte das pessoas na rua intuitivamente sabe sobre o cérebro gut e o cérebro da cabeça. “Eu fui com minha cabeça, não ouvir meu gut e tudo saiu errado”. A maior parte das pessoas na rua intuitivamente sabe sobre o cérebro do coração e o cérebro da cabeça. “Eu queria seguir meu coração, mas minha cabeça me deu muitas boas razões para não fazer”. Essas expressões verbais são inatas, nos dando mensagens muito claras sobre ambas nossas potencialidades: de bem-estar e da razão pela qual nos sentimos longe da paz de nós mesmos.

Enquanto o cérebro do cabeça é reverenciado como nosso primeiro emissário, sua compulsão é atuar contra o coração, obscurecendo nossa habilidade de discriminar entre necessidade de saúde e vícios severos. Enquanto a luz do Discernimento do nosso cérebro do coração é posto de lado, nossa curiosidade infantil e o impulso para questionar é mantido. O Negociador, o cérebro da cabeça, ainda que tem todas as respostas, mas é incapaz de examinar ele só pode presumir e todos os fatos se mascaram de verdades.

Enquanto o Negociador – cérebro da cabeça – domina, falta a capacidade de discernimento. Em vez de discernir, ele se protege contra o imprevisível intestino e certamente não quer que seu dogma seja desfeito pelo cérebro Discernimento, do cérebro do coração. Nesse sentido, o Negociador cérebro da cabeça permanece competindo em incessantes brigas contra si mesmo, suprimindo a Força da Vida de maneiras cada vez mais angustiantes.

Inversamente, quando o cérebro do coração é reconhecido como mediador entre o gut e o cérebro da cabeça, a Força da Vida flui saudavelmente e nossa experiência é aquela do conforto do bem estar. “Eu me sinto como eu mesma de novo!” Quando a Força da Vida flui naturalmente, o inato informa ao coração suas necessidades. O coração inspira a Força da Vida, o cérebro gut e o da cabeça com a luz do Discernimento. Gradualmente ou rapidamente, a luz do Discernimento dissipa o pensamento preto no branco. Os pressupostos começam a dar lugar à curiosidade, às perguntas e à expressão prática e dinâmica da Força da Vida. Desta forma, o impulso do inato em direção a cura está sendo cumprido. A viagem da alma é então suportada.

Em algum nível, a cura exponencial tem sido reportada em alguns tratamentos de BodyTalk nesses anos, mas ainda os resultados ainda não são consistentes. O que tem faltado é o conhecimento de como ativar e re-sincronizar os três cérebros para então eles funcionarem integrados, como um sistema em cooperação. Imediatamente quando isso acontece, todas as funções do corpo melhoram dramaticamente.

Meu sonho a longo termo de tal tratamento acontece agora, finalmente, no meu novo curso: BodyTalk: a jornada da alma – explorando a Mente e os três cérebros. Incorporando a alma e o complexo dos três cérebros no protocolo de BodyTalk, nós podemos ter um protocolo de tratamento que permite o inato a fazer um caminho mais na direção do processo de tratamento. Com este novo protocolo, as funções dos três primários portais do sistema nervoso estão sendo abordados, poderosamente. O trabalho se foca então especificamente na alma e a sua relação com os três cérebros é equivalente a abrir um longo e negligenciado portal de cura dentro do corpo. Uma vez que isso acontece, o impulso natural do inato em direção a cura continua, exponencialmente.”

Conheça o BodyTalk escolhendo seu terapeuta pelo link oficial da IBA – Associação Internacional de BodyTalk.
www.bodytalksystem.com

*Nirvana Marinho (CBP, Certified BodyTalk Practitioner (CBP), Terapeuta certificada IBA International BodyTalk Association)

Para falar comigo envie um whatsapp para (11) 97672-8460
ou e-mail: [email protected]
https://www.facebook.com/nirvana.bodytalk/

Vá para cima