Lendo agora
Asanas para o bem – guia de posturas de Yoga – Utkatasana

Asanas para o bem – guia de posturas de Yoga – Utkatasana

Sandro Bosco

“Lembre-se que não pode existir saúde sem doença nem doença sem saúde. Reconhecer esse par de opostos dançando como uma oscilação da sua energia vital já é um caminho. A prática regular dos yogasanas (posturas) pode te ajudar nessa compreensão, que deve se dar não pela sua racionalidade, mas pelo seu próprio corpo.” Sandro Bosco

O guia Asanas para o bem é uma colaboração do professor Sandro Bosco para o Nowmastê. Ele está sendo formado com muito carinho asana por asana e é um verdadeiro presente para todos nós que estamos nesse caminho do Yoga e queremos que a nossa prática seja cada vez mais profunda e delicada. Esperamos que você curta. ;-)

Utkatasana 

Cada postura de yoga é como um bom livro. Aqueles que, quando você relê, aprende mais e parece até estar lendo pela primeira vez. “É na repetição que está a graça” essa frase dita por Wesley Duke Lee (1931-2010), um dos grandes artistas plásticos do Brasil, me remete ao yoga. Ao repetir a prática das posturas, mais graça encontro nela, a graça da felicidade, a graça do novo. Por isso, encontro nessa frase do artista, uma relação com o Hatha Yoga, e também, com ensinamentos mais antigos e profundos da filosofia oriental indiana, um deles: samarasa (samarasya). 

“Sama” traz para a língua portuguesa várias vertentes de compreensão: equânime, igual, indiferenciado e “rasa” é o néctar, o sabor inebriante. Quando estes dois significados se casam, nos sugerem algo para a prática do yoga na vida. Este é o esforço de olharmos tudo que está a nossa volta e acontecendo nesse instante como novo! Como posso olhar para a janela do meu quarto como algo inteiramente novo? Como posso olhar pela janela da minha casa e, lá fora, ver tudo como se pela primeira vez?  Como olhar para o céu hoje como se nunca o tivesse visto? Esse poder de deslumbrar-se a cada segundo é que aponta esse ensinamento. Mas, para construir essa prática, podemos começar por algo mais simples como as árvores, as nuvens que sempre estão ali com toda a sua presença e exuberância. 

Você pode estar pensando “como despertar esse nível de consciência com alguém que vejo todo dia” ou com alguém que convivo? Mais difícil, não é mesmo?

Isso você pode obter estabelecendo-se com a atenção no corpo e na respiração. Por isso, comecei aqui com Utkatasana – postura poderosa – que me traz para o momento presente em segundos. Asanas são exercício diários para voce descobrir no corpo físico, emocional e mental algo novo. Mas, será mesmo que cada asana, a cada dia, pode ensinar algo novo? Eu acredito que sim! Esse á meu esforço e essa é minha entrega, descobrir samarasa no yoga e no cotidiano. 

Conforme a tradição do Shivaísmo da Kashmir do norte da Índia, esse estado interior, uma vez atingido, é como um patamar final, o mais elevado de consciência humana. Por essa razão ele também significa o lugar (interno) onde Shiva e Shakti (princípio masculino e feminino) são idênticos à luz da sua percepção. Mas isso não significa que não possamos experimentar samarasa agora, como faíscas reluzindo a frente dos olhos ou sussurrando em nossos ouvidos. Você lembra da música “Como uma onda no mar”? Lá o poeta brasileiro canta “nada do que foi será igual o que a gente viu a um segundo”.

Benefícios da postura: traz forma e força às pernas, tornozelos, abdome e músculos das costas. Também trabalha a rigidez dos ombros.

Execução: Comece de pé em tadasana e erguendo os braços pela frente, girando as coxas para dentro, desça o quadril até perto da altura dos joelhos. Evite acentuar a concavidade da coluna lombar levando as nádegas na direção das coxas.

Boa prática!

+ sobre o professor Sandro Bosco? Entra aqui, Instagram aqui e Youtube aqui.
Siga Asanas para o Bem no Instagram com #guiadeposturas 
Vá para cima