Asanas para o bem – guia de posturas de Yoga – Urdva Prasarita Padasana

“Lembre-se que não pode existir saúde sem doença nem doença sem saúde. Reconhecer esse par de opostos dançando como uma oscilação da sua energia vital já é um caminho. A prática regular dos yogasanas (posturas) pode te ajudar nessa compreensão, que deve se dar não pela sua racionalidade, mas pelo seu próprio corpo.” Sandro Bosco

O guia Asanas para o bem é uma colaboração do professor Sandro Bosco para o Nowmastê. Ele está sendo formado com muito carinho asana por asana e é um verdadeiro presente para todos nós que estamos nesse caminho do Yoga e queremos que a nossa prática seja cada vez mais profunda e delicada. Esperamos que você curta. ;-)

Urdva Prasarita Padasana

– Acho intrigante quando alguns praticantes ou professores criticam o fato de, hoje em dia, utilizarmos tantos diferentes empregos do yoga com fins terapêuticos ou específicos, como por exemplo, o yoga para esportistas ou para insônia e tantas outras infinitas utilizações. Essas críticas baseiam-se no fato de que o yoga é uma ciência de cunho espiritual e, portanto, querer curar-se de uma doença ou obter melhoras em uma dor física seria esquecer a meta maior do yoga.

Mas, pense bem… nos primórdios, os Vedas, fonte indiana inesgotável de sabedoria universal, já nos ensinavam que, nós humanos, somos compostos de cinco corpos e ao beneficiarmos um deles “tocamos” todos os outros. É impossível separa-los! Quando, pelo Hatha Yoga, melhoramos de uma dor física, criamos chances de acalmar as emoções e trazer paz para a mente. É também muito mais fácil meditar e cantar mantras se nosso corpo está gozando de saúde do que se sofremos e padecemos de dor. E, como diz o sábio, “Quando não nos curamos pelos asanas e pranayamas, o yoga pode trazer uma compreensão e aceitação melhor de nós mesmos e, com isso, o presente da paz interior”. Se você leitor é leigo no assunto, saiba que se a sua professora (ou professor) lhe dá aulas utilizando posturas e exercícios de respiração, seja qual for o nome do método ou linha de yoga, ela/e está se servindo (assim como você) dos abundantes frutos dessa generosa árvore do yoga. A proposta mais importante aqui é: “Vamos cuidar bem do corpo para caminharmos longevos por esse caminho luminoso?”

URDVA quer dizer vertical, para cima; PRASARITA significa alongar e estender, enquanto PADASANA são os pés. Ela é supercompetente no alívio das lombalgias porque, ao fortalecer a “parede” abdominal, traz firmeza à coluna vertebral lombar. Mas não é só isso, porque também aloja melhor os órgãos que estão aí dentro da sua pelves e abdome, principalmente. Imagine que os órgãos internos não estão soltos dentro do seu corpo, boiando, eles estão presos, cada um em seu lugar. Com esses músculos abdominais flácidos, esses órgãos perdem a resistência que o abdome deve ter. Enfim, músculos firmes igual a órgãos tonificados. Além disso, a tão perigosa gordura abdominal tende a reduzir com a prática regular dessa postura. Essa postura ajuda também a reduzir gases intestinais e problemas gástricos.

Mas cuidado ao subir e descer as pernas, faça isso sempre com os joelhos dobrados para não forçar as vértebras lombares, caso contrário, ao invés de aliviar a dor você pode causa-la. Na permanência (30 a 60 segundos) gire as coxas para dentro e alongue as pernas para cima esticando-as ao máximo e mantendo-as, dentro do possível, a noventa graus (vertical). Outro cuidado importante: mantenha sempre o quadril (osso sacro) no chão e use o movimento dos braços para trás para puxar e alongar a coluna ao máximo, tracionando a lombar para baixo. Quando no período menstrual as mulheres devem evitar esse yogasana. Pratique com os olhos abertos.

+ sobre o professor Sandro Bosco? Entra aqui, Instagram aqui e Youtube aqui.
Siga Asanas para o Bem no Instagram com #guiadeposturas 

Deixe uma resposta

Por uma vida mais consciente

Você quer receber as novidades e promoções do Nowmastê no seu e-mail?