Asanas para o bem – guia de posturas de Yoga – Dandasana

“Lembre-se que não pode existir saúde sem doença nem doença sem saúde. Reconhecer esse par de opostos dançando como uma oscilação da sua energia vital já é um caminho. A prática regular dos yogasanas (posturas) pode te ajudar nessa compreensão, que deve se dar não pela sua racionalidade, mas pelo seu próprio corpo.” Sandro Bosco

O guia Asanas para o bem é uma colaboração do professor Sandro Bosco para o Nowmastê. Ele está sendo formado com muito carinho asana por asana e é um verdadeiro presente para todos nós que estamos nesse caminho do Yoga e queremos que a nossa prática seja cada vez mais profunda e delicada. Esperamos que você curta. ;-)

Dandasana

– E chegamos ao glorioso Dandasana: a postura do bastão, que você vê na foto. Para quem nunca fez, parece extremamente simples e fácil, e não deixa de ser, dependendo do seu corpo.

Com sua prática aprendemos como começar todos os asanas sentados, pois, como diz o mestre, ela é a letra ‘A’ da família dos asanas sentados.

É possível que esse antigo nome – danda – seja uma alusão a coluna vertebral que, como um bastão, deve firmar as costas. Por outro lado, o yoga danda é conhecido historicamente na cultura yogue como um cajado, “Guru danda “. Também acredita-se que poderia servir para chamar a atenção do aluno no asana com umas pequenas mas boas cajadadas.

Dandasana traz alívio a uma pessoa que tem a sensação de inchaço no abdômen por causa de gases, estomacais ou intestinais. Como sua permanência exige um certo tônus no abdômen esse fortalecimento se estende à região da cintura também.

Ao sentar, é necessário estar sobre a parte anterior dos ísquios (ossos do assento), mas se você nem imagina o que é isso faça o seguinte: ao sentar leve as mãos, uma de cada vez, na parte de trás das nádegas e puxe os músculos glúteos bem para trás.

Outros iniciantes não conseguirão sentar com a coluna ereta e aí a permanência torna-se um inferno porque o peito afunda e a região lombar das costas pode doer logo, isso se o pescoço não doer antes. Isso ocorre principalmente por causa da falta de alongamento posterior das pernas e a causa maior é nunca sentar no chão e utilizar a vida toda as cadeiras. Bem, é claro que isso ocorre também por nunca ter feito alongamento suficiente nessa região posterior das pernas e coxas. Para resolver isso e ajustar o aluno o que eu faço é colocar uma manta dobrada embaixo das nádegas em uma altura que ele consiga deixar o tronco vertical e o peito para cima e para fora.

Lembre-se que yoga não é exercício físico meramente. A prática deve envolver a mente. Nem sempre quando você começar a praticar você vai estar no humor ideal, ou com a emoção ideal e a sua mente pode estar agitada e isso reflete no corpo. Por isso, ou sentado ou deitado, respire algumas vezes devagar e profundo e identifique como você está se sentindo, não só fisicamente, mas mentalmente e emocionalmente também.

Para alguns é mais fácil até perguntar a si mesmo:

“Como estou agora, nesse momento? O que estou sentindo? Será que posso me preparar um pouco mais para começar melhor o meu yoga? “

Isso já vai te trazer para o presente e fazer você perceber como está e começar a aceitar, o que é muito importante.

Em seguida invoque o contentamento. É muito bom você se habituar a perceber que, seja como você está se sentindo o contentamento assim como outros sentimentos bons ou ruins estão dentro de você. Podem estar dormentes naquele momento mas estão lá. Se você reconhecer isso (como você realmente está naquele exato momento) invoque então o contentamento. Mas como? Eu vou te dizer algumas formas e claro que você pode escolher ainda uma outra que faça mais sentido:

 – Pode ser por gratidão ao seu corpo saudável, um corpo que permite que você pratique os yogasanas ou o pranayama.

 – Pode ser por gratidão por ter um/a professor/a de yoga.

 – Por já saber o suficiente até para praticar sozinho.

 – Por conseguir esse tempo para cuidar de você mesmo.

Quando sentir, mesmo que só um pouquinho de contentamento, já vai ser um começo maravilhoso que, com certeza, vai aumentar e nortear você.

A melhor postura para praticar é a boa atitude!

+ sobre o professor Sandro Bosco? Entra aqui, Instagram aqui e Youtube aqui.
Siga Asanas para o Bem no Instagram com #guiadeposturas 

Deixe uma resposta

Por uma vida mais consciente

Você quer receber as novidades e promoções do Nowmastê no seu e-mail?