Lendo agora
Aprofundando-se na prática do Yoga – integrando corpo, respiração e mente

Aprofundando-se na prática do Yoga – integrando corpo, respiração e mente

Ciro Castro

Para fazer de sua prática diária de yoga uma prática cada vez mais consciente e mais conectada a realidade de seu corpo e mente, e necessário trilhar o caminho que liga asana, pranayama e dharana.

Asana é comumente traduzido como “postura”, mas, no entanto, esta palavra deriva do termo sânscrito “ficar”, “ser” ou “sentar”. Sendo assim, ela seria melhor traduzida como “assento”. Em todo e qualquer asana, desde os mais simples até os que temos maior dificuldade em efetuar, o praticante deve buscar não uma postura bonita fisicamente, mas empreender uma atitude interna de observação pessoal na qual o objetivo maior é encontrar conforto e estabilidade tanto físico quanto mental e emocional.

Foto: Yayan Sopian

Por sua vez, encontramos o termo pranayama relacionado às técnicas de controle respiratório. Na verdade prana designa o alento vital que abastece nosso corpo e seria levado ao mesmo através da respiração. Assim, pranayama são técnicas respiratórias para o controle e melhor absorção e distribuição do prana em nosso organismo. Técnicas como o ujjayi devem ser feitas de forma suave, sem esforço exagerado em sua execução para ficarmos mais conscientes do fluxo de nossa respiração e também permanecermos concentrados durante a prática.

A capacidade de concentrar nossa atenção em apenas um ponto de observação é conhecida como dharana. Deve-se sustentar a concentração ou foco de atenção em uma única direção, adquirindo assim as condições certas e intensificando a prática de yoga. Durante a execução de asanas a mente busca estar no momento presente, deixando de lado distrações e julgamentos que interferem negativamente. Deve-se buscar a atenção ininterrupta nas ações físicas para se permanecer de forma fluida em uma postura, mantendo a atenção na qualidade da respiração e desta forma conseguir desenvolver uma mente atenta e serena.

Veja comentários

Deixe uma resposta

Vá para cima