Akatu e o consumo consciente. É hora de refletir

A palavra sustentabilidade tem sido usada com frequência em diversos discursos e veículos de comunicação. Mas, segundo os especialistas, o emprego aleatório desse termo não contribui para o real dimensionamento das questões que envolvem a realidade ambiental do planeta. 

Aqui no Brasil, entre as entidades que discutem o tema com profundidade, está o Instituto Akatu, uma organização não governamental que atua há 13 anos na educação e na mobilização da população sobre o consumo consciente. O Akatu também atua no âmbito das políticas públicas, reforçando a importância de ações conjuntas.

erres2
Está na hora de refletirmos sobre as práticas que contribuem com um planeta mais sustentável

Ao acreditar que, por meio de práticas responsáveis podemos transformar o mundo, o Instituto atua em duas principais frentes para disseminar o conceito do consumo consciente: a Educação e a Comunicação. De fato, o que não falta na programação da ONG são palestras, campanhas, ações em escolas e empresas que fazem as pessoas refletirem sobre seus hábitos e sobre o quanto estão realmente comprometidas na busca da real felicidade.

O raciocínio é simples: o consumo pelo consumo acaba sendo a antítese do bem-estar, pois busca suprir com “coisas” o desejo humano por experiências que na maioria das vezes, não são palpáveis.

akatu1
Educar sobre o consumo consciente. Um dos pilares do Instituto Akatu

Nós do Nowmastê estivemos com Helio Mattar, diretor-presidente do Akatu para uma elucidativa conversa. Ele nos revelou questões preocupantes, como o fato de nosso planeta já estar consumindo 50% a mais dos recursos que é capaz de renovar, mas também nos trouxe dicas básicas de como evitar as repetições equivocadas do passado e sair do círculo vicioso do consumo desenfreado.

“É preciso uma mudança de comportamento. Cada indivíduo precisa equacionar o que traz bem-estar, o que é necessário para viver e também o que é preciso planejar para o futuro”, diz Mattar.

helio2
Helio Mattar, diretor-presidente do Akatu, instituto voltado ao consumo consciente

Outra questão importante levantada por ele foi a das escolhas, que precisam ser feitas com urgência, especialmente em um planeta com 7 bilhões de pessoas. Entre elas, investir no durável em vez do descartável, no que é local em vez do global, no virtual em vez do material. E mais: no mundo de hoje compartilhar é melhor do que possuir; o saudável é mais benéfico (para o planeta) do que o não saudável e a cooperação é mais valiosa do que a competição. 

Se todos esses itens poderiam ser considerados “papo nova era” há alguns anos, hoje são comprovados por métricas e discutidos em todos os fóruns de economia sustentável do mundo. 

“A riqueza de um país deve ser medida em bem-estar e não em PIB”, complementa o presidente do Akatu. “É preciso entender que temos uma dívida com as gerações futuras. Hoje, bilhões de pessoas estão passando da sobrevivência para o papel de consumidores. Mais do que nunca é preciso saber priorizar o consumo consciente”.

Nós concordamos, e apoiamos! 

Se quiser refletir mais sobre o tema, veja também esse vídeo. Lembrando que os seus comentários são bem-vindos.

Sobre o Instituto Akatu 

Criado em 15 de março de 2001 (Dia Mundial do Consumidor) no âmbito do Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social, o Akatu é uma organização não governamental sem fins lucrativos que trabalha pela conscientização e mobilização da sociedade para o consumo consciente. As atividades do Instituto estão focadas na mudança de comportamento do consumidor em duas frentes de atuação: Educação e Comunicação, com o desenvolvimento de campanhas, conteúdos, pesquisas, jogos e metodologias. O Akatu defende o ato de consumo consciente como um instrumento fundamental de transformação do mundo, já que qualquer consumidor pode contribuir para a sustentabilidade da vida no planeta: por meio do consumo de recursos naturais, de produtos e de serviços e pela valorização da responsabilidade social das empresas. 

Mais informações no site www.akatu.org.br

Deixe uma resposta

Por uma vida mais consciente

Você quer receber as novidades e promoções do Nowmastê no seu e-mail?