Lendo agora
ABC do Yoga

ABC do Yoga

Nowmastê

figura_abc

Novo no mundo da Yoga? O Yoga Journal Brasil publicou um dicionário para ajudar a entender alguns conceitos.

  • advaita

“Não-dualismo”. O Advaita Vedanta é um sistema metafísico exposto nas escrituras antigas chamadas Upanishads e outros textos baseados nelas.

  • ahimsa

“Não-violência”. Um dos cinco yamas, proscrições ou preceitos de conduta do Yoga de Patañjali.

  • aparigraha

não possessividade, desapego. Um dos cinco yamas do Yoga Clássico.

  •  asana

“Postura”, “assento”. Exercícios psicofisiológicos do Yoga, definidos pelo sábio Patañjali como sthirasukham, firmes e agradáveis. Este termo se presta a duas interpretações: por um lado, asana significa lugar para sentar, assento de meditação e, conseqüentemente, as posturas que o praticante assume para concentrar-se, meditar ou fazer exercícios respiratórios. Por outro, as formas “físicas” do Hatha Yoga (lê-se “âssana”).

  1. ashram

Comunidade de praticantes de Yoga.

  • asteya

“Não-roubo”. Um dos cinco yamas, preceitos éticos do Yoga. Asteya significa não roubar, não cobiçar ou invejar bens ou conquistas de outrem.

  • atman

“Ser”. Eu, anima, alma, princípio auto organizador do ser.

  • avidya

“Não-saber”. Ignorância metafísica. O maior dos obstáculos à iluminação (samadhi), pois é nele que se originam todos os outros, conforme o Yoga Sutra.

  • bandha

Contrações de plexos, nervos, órgãos e glândulas, que funcionam como interruptores do fluxo energético no organismo. Exemplos: jalandhara (contração da garganta), uddiyana (contração do abdome) e mula (contração do assoalho pélvico). Por meio dessas contrações, o praticante força o ar vital apana vayu a ascender, e o vayu prana a descer, confluindo ambos na altura do umbigo.

  • bhastrika

Técnica de pranayama conhecida como “respiração do fole”.

  • bolster

Almofadão usado como acessório em práticas de Hatha Yoga.

  • brahmacharya

Continência, não desvirtuar a sexualidade. Um dos yamas 

  • chakra

“Roda”, “disco”. Os chakras são centros de captação, armazenamento e distribuição da força vital no corpo sutil. O organismo funciona como um receptor de prana cósmico, captando energia do ambiente por meio dos chakras. Existem milhares de pequenos chakras no corpo, marmas, mas, para efeitos da prática, importam os sete principais, ao longo da coluna vertebral e na cabeça.

  • Chandra

Lua. 

  • chitta

“Consciência”. No Yoga Sutra, chitta é a o poder interno que cria as sensações de cognição e retenção.

  • dharma

Retidão, justiça. Dever, valor ético. Aquilo que apóia, que mantém unidas as pessoas.

  • guna

As qualidades que definem, por meio da sua interação, todo o mundo manifestado. São três: tamas, imobilidade, inércia; rajas, atividade, ação; e sattwa, equilíbrio, perfeição.

  • guru

Mestre espiritual.

  • Hatha Yoga

Método de Yoga que almeja o despertar da energia potencial por meio do aperfeiçoamento e da purificação do corpo físico, da manipulação da força vital e das técnicas contemplativas.

  • Ishvara

Deus ou Senhor.

  • ishvarapranidhana

Entregar-se e oferecer todas as ações a Deus, sem apegos aos frutos das nossas ações. Quinto preceito ético (niyama) do Yoga clássico.

  • japa

Repetição mental ou verbal de um mantra com o objetivo de atingir estados superiores de consciência.

  • jñana

“Conhecimento”, “sabedoria”.

  • kaivalya

Estado último do Yoga, liberdade.

  • kapalabhati

Respiração do “crânio brilhante”.

  • karma

“Ação”. Este vocábulo deriva da raiz kr, que significa fazer, agir, criar. Karma pode traduzir-se como ação ou dever moral, o resultado das ações, a lei de causa e efeito. A teoria do karma afirma que a ação e a reação configuram dois aspectos da mesma realidade. Ao mesmo tempo, a noção de karma não tem nada a ver com fatalismo ou determinismo (embora o efeito esteja potencialmente contido na sua causa): muito pelo contrário, é uma realidade que pode ser modificada, uma espécie de destino maleável.

  • kirtan

Celebração, glorificação. Cânticos devocionais dirigidos às diferentes deidades hindus.

  • klesha

“Dor”. Os kleshas são os aspectos dolorosos da consciência, as misérias existenciais: ignorância, egoísmo, exaltação das paixões, aversão e medo da morte. 

  • kumbhaka pranayama

Exercício respiratório em que a ênfase está na retenção da respiração.

  • Kundalini

Forma em que Shakti, a energia primordial, está presente no ser humano: a energia ígnea que permanece em estado latente na base da coluna na forma de uma serpente.

  • maha

Grande.

  • mantra

Som, palavra ou frase sagrada, geralmente usado como foco em práticas meditativas.

  • mat

Tapetinho, esteira para praticar as posturas de Hatha Yoga. 

  • moksha

Libertação.

  • mudrá

Selo. Um gesto de mão ou do corpo inteiro. Ou uma designação da parceira sexual feminina no ritual tântrico.

  • muni

“Silencioso”. Um asceta, representação da mais elevada espiritualidade.

  • nada

Som. O som interior que pode ser ouvido pela prática de Kundalini Yoga ou Nada Yoga.

  • nadi

“Rio”. As nadis são os 72 mil canais do corpo sutil por onde flui a força vital (prana).

  • nadi shodhana

Purificação dos canais sutis. Pranayama de respiração alternada.

  • namastê

Prestar homenagem, glorificar. É a interjeição de saudação na Índia.

  • nauli

“Rolamento”. Uma das seis purificações (shatkarmas), que consiste em fazer uma automassagem abdominal, isolando o músculo reto, pressionando os órgãos internos contra a espinha dorsal e elevando ao máximo o diafragma, ao mesmo tempo em que se imprime um movimento ondulante à musculatura do ventre.

  • neti

Outra das seis purificações, é a lavagem das fossas nasais.

  • niyama

“Observância”. As cinco prescrições de conduta do Yoga Clássico: purificação (shauchan), contentamento (santosha), esforço concentrado da vontade (tapas), estudo de si mesmo e das escrituras (swadhyaya) e consagração a ishvara (ishvarapranidhána).

  • Om

O mantra original que simboliza a Realidade suprema e é anteposto a diversos sons mântricos.

  • padmasana

“Postura do lótus” 

  • Patañjali

Codificador do Yoga Clássico (Ashtanga Yoga) e autor do Yoga Sutra.

  • prana

“Força vital”, “energia”; a respiração como manifestação externa dessa força vital sutil.

  • pranayama

“Expansão da força vital”, exercícios respiratórios.

  • pratyahara

Traduz-se como abstração ou retração dos sentidos, o quinto membro (anga) do caminho óctuplo de Patañjali.

  • props

Nome comum dos acessórios usados na prática de Hatha Yoga, como cinta e almofada.

  • puja

“Adoração”. A adoração ritual, um aspecto importante de muitas formas do Yoga, especialmente do Bhakti e do Tantra 

  • Raja Yoga

“Yoga real”. Designação medieval do Yoga Clássico de Patañjali.

  • sadhana

“Meio de realização”. Caminho espiritual que conduz à perfeição (siddhi); prática cotidiana de Yoga.

  • samadhi

“Iluminação”. Objetivo final do Yoga. Mais do que um estado, o samadhi é uma “área de conhecimento” que abrange diversos graus de hiperconsciência. É a oitava e última parte do Ashtanga Yoga. O êxtase ou união no qual o meditador se une ao objeto de meditação.

  • samsara

Existência condicionada. Designa a experiência do mundo como algo instável, contingente e volúvel. O objetivo do Yoga é libertar o indivíduo.

  • samskara

As raízes profundas dos condicionamentos humanos, de caráter kármico e inato 

  • sankalpa

“Construção mental”. Resolução interior, técnica de mentalização utilizada para desenvolver, unificar e direcionar a força do pensamento.

  • santosha

Contentamento. Um dos cinco niyamas.

  • sat-sanga

A prática de freqüentar a boa companhia dos sábios, santos, adeptos realizados e seus discípulos.

  • satya

Verdade. Um dos cinco yamas, consiste em fazer coincidir pensamentos, palavras e atos.

  • shakti

Poder, energia. A Realidade suprema em seu aspecto feminino.

  • shala

Escola ou sala de Yoga.

  • shanti

Paz.

  • siddhi

Perfeição. São poderes paranormais que advêm como resultado do samadhi.

  • soma

Seiva da imortalidade cuja ingestão ritual forma parte central do culto védico.

  • Surya

Sol.

  • svadhyaya

Estudo de si próprio e das escrituras. Um dos cinco niyamas.

  • swami

Mestre de si próprio, aquele que atingiu o grau do não-condicionamento. Título respeitoso dado aos iniciados no Yoga.

  • Tantra

A tradição do Tantrismo, que tem por centro o aspecto shátkico da vida espiritual.

  • tapas

“Calor”. Auto-superação, mérito, dever. Um dos cinco niyamas do Yoga Clássico. Consiste em transcender pela força de vontade as limitações naturais.

  • trataka

“Fixação”. Uma das seis ações (shatkarma), é o grupo de exercícios de fixação ocular, que servem para limpar e tonificar os músculos e nervos ópticos, assim como para descansar a vista.

  • ujjayi

“Respiração vitoriosa”, com um som característico produzido pela contração da glote.

  • Upanishad

Tipo de texto sagrado que representa a última parte da revelação hindu, de onde vem a designação Vedanta (fim do Veda).

  • vairagya

Desapego do fruto das ações.

  • vayus

Os “ares vitais” são os diferentes comprimentos de onda que assumem a força vital, de acordo com a direção predominante de sua circulação.

  • Vedas

“Conhecimento, ciência sagrada”. O conjunto dos conhecimentos sagrados contidos nos quatro hinários védicos que constituem a própria fonte original do hinduísmo: Rig-Veda, Yajur-Veda, Sama-Veda e Atharva-Veda.

  • yama

As cinco proscrições já citadas: ahimsa, satya, asteya, brahmacharya e aparigraha.

  • yantra

Desenho geométrico que representa o corpo da divindade em que se medita, usado para a meditação.

  • Yoga

“União”. A disciplina unitiva pela qual se busca a liberdade eterna.

  • Yoga Sutra

A compilação de aforismos de Patañjali que constitui a fonte do Raja Yoga, também chamado de Yoga Clássico.

  • yogi

Praticante de Yoga; quem vive em Yoga.

  • yogini

Feminino de yogi.

  • yuga

“Era”. Uma divisão do tempo.

Fontes: Dicionário de Yoga, Pedro Kupfer; Uma visão profunda do Yoga, Georg Feuerstein; O coração do Yoga, T. K. V. Desikachar; www.yoga.pro.br

Infelizmente o Yoga Journal Brasil não existe mais, então o link foi removido.

Veja o comentário

Deixe uma resposta

Vá para cima