A Teoria dos Cinco Elementos da Natureza – Ayurveda

Por Jacquelinne Bivigin Fernandes*

Dando prosseguimento ao texto anterior publicado no dia 22 de setembro, escrevo hoje sobre os cinco grandes elementos da natureza considerados pelo Ayurveda e a importância do equilíbrio entre eles como a chave para a manutenção da saúde e para o tratamento das doenças, sejam elas físicas, mentais ou espirituais.

O Ayurveda afirma que o homem é um microcosmo, ou seja, possui um universo dentro de si mesmo, o qual é sensível às forças cósmicas do ambiente exterior, o macrocosmo ou Universo. Sendo assim, podemos afirmar que o Ayruveda é uma ciência holística, onde a soma de muitos elementos contém sua própria verdade e significado.

O Ayurveda ensina que o universo é composto por cinco formas de manifestação, as quais são representadas pelos cinco elementos, chamados de Pancha Maha Bhutas.

São eles:

  • Éter (Akasa) ==> representa o espaço, amplitude, expansão. 
  • Ar (Vayu) ==> representa o espaço em movimento. Possui características como leveza, secura, inquietude.
  • Fogo (Agni) ==> sua fonte é o Sol, representando energia e calor. É o elemento transmutador, que promove transformação.
  • Água (Jala) ==> é a matéria em seu estado líquido, possuindo características de fluidez e lubrificação, entre outras. 
  • Terra (Prthivi) ==> representa a matéria em seu estado mais sólido ou condensado, possuindo características de estabilidade e inércia.

Os textos clássicos do Ayurveda afirmam que o ser humano é a reunião dos cinco grandes elementos da natureza (Pancha Maha Bhutas) mais o SELF IMATERIAL (espírito).

Sendo assim, visando manter a saúde, vitalidade e equilíbrio das funções fisiológicas e psicológicas, é preciso saber se os nossos cinco sentidos estão em equilíbrio com os cinco elementos da natureza. Como?

Simples assim:

Éter

ether

No corpo humano há muitos espaços, que são manifestações do elemento Éter, tais como os espaços na boca, nariz, esôfago, estômago, tórax, intestino, vasos, tecidos e células. Para que o ser humano se comunique verbalmente de forma compreensível, é preciso que os ouvidos expressem a ação através dos órgãos da fala. O elemento Éter está relacionado ao sentido da Audição (ouvidos, língua, boca, cordas vocais, ato de falar) e é o meio pelo qual o som é transmitido.

Ar

ar (Small)

O Ar é o Éter em movimento, ou seja, o elemento Éter manifesta-se no Ar. No corpo humano, o Ar está presente no movimento dos músculos, nas batidas do coração, na expansão e contração dos pulmões, nos movimentos e contrações do estômago e intestinos e nas atividades do sistema nervoso central, no que diz respeito aos movimentos das células nervosas. O elemento Ar está relacionado ao sentido do Tato (pele, mãos, ato de segurar). A pele das mãos é muito sensível e imprescindível nas ações de segurar, dar e receber.

Fogo

fire

É o elemento Éter manifestado em Fogo. No corpo humano está presente no sistema digestivo e representa o metabolismo, que é fonte de calor. Nas atividades cerebrais o elemento Fogo manifesta-se como a inteligência. O elemento Fogo está relacionado à Visão (olhos, ativa a retina que percebe a luz, pés, ato de caminhar). Os olhos gerenciam o ato de caminhar. Um ser humano cego consegue caminhar, mas sem direção definida.

Água

water

O elemento Fogo ao fornecer calor, dissolve elementos etéreos (Éter), que se liquidificam, formando a Água. O elemento Água manifesta-se nas secreções, sucos digestivos, glândulas salivares, nas mucosas, na parte líquida do sangue (plasma) e citoplasma.  A água é vital para o bom funcionamento do corpo humano.  Casos de desidratação causados por diarréia e vômito devem ser tratados com urgência de forma a preservar a vida do paciente. O elemento Água está relacionado ao sentido do Paladar (língua, ato de procriar). Interessante saber que no Ayurveda o pênis e o clitóris são considerados a língua inferior e a da boca, superior.  Logo, ensina que aqueles que controlam a língua superior, também possuem o controle da inferior. 

Terra

earth

O elemento Terra representa as estruturas sólidas do corpo como os ossos, músculos, tendões, cartilagens, unhas, pele, cabelos e tecidos. O elemento Terra está relacionado ao sentido do Olfato (nariz, excreção, ânus). O nariz está relacionado com a excreção.  Isso é demonstrado por um paciente que sofre de prisão de ventre (constipação) ou cólon obstruído: geralmente ele possui mau hálito e seu olfato é fraco ou inexistente.

O Ayurveda ajuda o ser humano saudável a manter sua saúde e ao ser humano doente a recuperá-la.

Exemplos de desequilíbrio dos cinco elementos – Pancha Maha Bhutas:

Paciente com muito Éter (espaço) deve ser tratado com terra, ou seja, nutrido pela dieta.

Paciente com muito Ar (movimento) deve ser hidratado e acalmado.

Paciente com muito Fogo deve ser refrescado (ervas frias).

Paciente com muita Água (edemas) deve ser drenado e aquecido (ervas quentes e diuréticas).

Paciente com muita Prthivi deve ser emagrecido (dieta leve). 

Embora todas as pessoas sejam formadas pela combinação dos cinco elementos da natureza, sua proporção difere na constituição de cada um. Desta forma, classificamos estas diferenças em basicamente três biotipos primários também chamados de Doshas: Vata, Pitta e Kapha – que será o assunto de meu próximo artigo.

jacquelineayurveda2

Jacquelinne

Clique aqui e saiba como o Ayurveda transformou a vida de Jacquelinne.

Bibliografia:

Ayurveda – A ciência da autocura

Autor: Dr. Vasant Lad

4 Comentários

  1. Adorável esta postagem.
    Eu acabei divulgando ela na minha página com seus créditos. Parabéns, querida! ^^

  2. cida carvalho diz:

    ADOREI O ARTIGO… E SE A PESSOA TEM FALTA DE ETER???

  3. Zulmira da Silva diz:

    Gratidão por esse texto maravilhoso, rico em informações e muito bem escrito. Aprendi muito. Namaste!

Deixe uma resposta

Por uma vida mais consciente

Você quer receber as novidades e promoções do Nowmastê no seu e-mail?