Lendo agora
A Rocinha “pariu” professores de Yoga

A Rocinha “pariu” professores de Yoga

Nowmastê

Yoga é para todos! Esta foi a proposta do Curso de Formação em Yoga na Rocinha, no Rio de Janeiro. Idealizado pelo terapeuta Ayurveda e professor de Yoga Fabio Goulart, o projeto profissionalizante se deu sem qualquer apoio financeiro e durou um ano. A formatura dos quinze novos professores será no dia 21 de dezembro, às 18h20, em um lugar de grande valor histórico e cultural, a Casa da Tia Cata, onde nasceu o samba, e hoje, oferece uma série de atividades culturais, na região conhecida como Pequena África.

“A carne mais barata do mercado é a carne negra” (2002), cantou e gritou a cantora Elza Soares. O negro ainda é minoria no Ayurveda e no Yoga. Pautar a causa da negritude com responsabilidade e seriedade, é papel fundamental da sociedade. No Cais do Valongo, desembarcaram milhões de escravos africanos, local onde os irmãos Rebouças, primeiros engenheiros negros do país, construíram o prédio do Armazém Docas Dom Pedro II. Em meio a tantas histórias emblemáticas, florescem os primeiros professores de Yoga nascidos em uma favela carioca. 

Colaboração e parcerias

Os professores voluntariamente se empenharam e fizeram deste curso um dos melhores do estado. Os estudantes, ainda tiveram a oportunidade de estagiarem no Instituto Hermógenes, entidade que também contribuiu para essa formação. Essa é a real e humana filosofia que está por trás dos saberes milenares da Ayurveda. A motivação, como afirmou Fábio “vem da convicção de que temos que dividir, dar acesso, abrir portas, para que haja uma mudança em cenários ainda pouco democráticos”. 

Fabio Goulart (sentando), Tiago Leão (em pé de branco) do Instituto Hermógenes e os alunos do curso de formação.

Participaram do projeto professores prestigiados como Shakti Leal, Thiago Leão, Susheela Leal, André Tavares, Danusia Roberta. O curso foi bem acolhido na Biblioteca C4, gerida por Amaury Cardoso, que afirmou “sempre olhei esse curso com bons olhos, vi o brilho nos olhos do Fábio em nossa primeira reunião e, sobretudo, acompanhei a dedicação e entusiasmo dos alunos a cada aula e a cada professor que chegava para somar e trocar conhecimento e energias. 

A iniciativa do curso já gerou resultados positivos, como o surgimento do Espaço Mirirt – escola de Yoga – criado na comunidade por Mozart Sodré e Larissa Afonso, dois dos professores que se formam neste projeto. A ideia é gerar renda e multiplicar os benefícios que o Yoga pode oferecer aos moradores da Rocinha, a preço popular. São professores de Yoga Negros, moradores de uma das maiores favelas cariocas, que vão ensinar a filosofia da integração através do olhar de quem sabe bem o que é marginalização.

Dezessete anos depois, Elza Soares dá o recado em seu mais novo trabalho “Planeta Fome” (agosto/2019), “A carne mais barata do mercado não tá mais de graça. O que não valia nada agora vale uma tonelada”. E não é só, em breve, a Rocinha vai receber também o Curso de Abhyanga (Terapia de oleação/Massoterapia Ayurveda).

Quer mais informações? Segue o Fábio Goulart no Instagram.

Texto e fotos: divulgação

Veja comentários

Deixe uma resposta

Vá para cima