Lendo agora
A Ilha de Santorini – Por Catherine von Buettner

A Ilha de Santorini – Por Catherine von Buettner

Nowmastê

santorini.11

Essa ilha, a preferida de quase todos os que visitam a Grécia, apresenta uma das paisagens menos comuns do mar Egeu. Seu nome oficial é Thira, ainda que o nome medieval Santorini – corruptela de Santa Irene, herança dos italianos que passaram por ali – seja mais empregado. Mas, não importa como seja conhecido, qualquer lugar tão lindo assim está fadado a ser parada obrigatória e atração fundamental nos itinerários de quem vai a essas ilhas.

santorini-sunset
Há uma atividade vulcânica intensa e até hoje se especula que Santorini seja o que sobrou do reino perdido de Atlântida. Pode ser que existam hotéis mais luxuosos em Santorini, mas nenhum proporciona vistas do pôr do sol como as casas simples e elegantes do Perivolas, que é administrado por uma família. Essas casas caiadas, de um branco ofuscante, têm paredes e tetos curvos; cada terraço é o teto da casa que fica embaixo. Num deles está instalada uma piscina sem bordas; o tom de seu azul é idêntico ao do mar Egeu lá embaixo.
O hotel fica a apenas dois minutos a pé do centro da pacata cidadezinha de Oia, e dali bastam 20 minutos de carro para se chegar à agitação do principal local da ilha, Thira. Mas, para o ritual diário do pôr do sol, não existe maior felicidade do que se sentar no seu próprio terraço tendo na mão uma taça de vinho branco local e na cabeça a expectativa de um jantar mexilhões frescos grelhados num restaurante perto dali. Santorini fica a 12 horas de barco saindo de Atenas. Um pequeno aeroporto mantém voos diários para Atenas na alta temporada. Nesse solo vulcânico nada menos do que 36 variedades de uva são cultivadas: a ilha produz um vinho branco delicioso, que deixa todos muito alegres.
santorini-1
canavaroussos6
As casas caiadas e em forma de cubos da pequena Oia – conhecida como um dos mais belo vilarejos do Mediterrâneo – localizam-se no alto de penhascos estriados de 300m de altura acima das águas cor de anil de sua caldeira privativa parcialmente submersa.

9fa43fac912f40eff5dc47b14a72cb9d

Em Oia, aproveite a visita ao máximo com uma estada no Perivolas, onde os terraços privativos de cada uma de suas 17 casas (cavernas restauradas) proporcionam vistas para paisagens que costumamos lembrar em cartões postais.

Perivolas

6Hotel-Perivolas-Detalhe-da-Suíte

A melhor época é de abril a julho e de setembro a outubro.

PRE15-sunset-from-perivolas-pool-Edit

Lindo de mais!!!

namaste!

cathy2

*Catherine von Buettner é reponsável pelo blog Meu Mundo Viajando e faz roteiros personalizados para todos os gostos e bolsos.
Email [email protected]
Telefone / Whatsapp +55 11 99816 8288
Vá para cima