3 dicas para o seu telefone parar de tirar sua atenção

Por Silvia Mordini, via MindBodyGreen

3tips

Quais são as maiores fontes de distração na sua vida? Para mim é o meu smartphone, meu e-mail e a internet. Imagino que não é diferente para você. E mesmo com a minha rotina de meditação e Yoga, eu percebi que minha produtividade estava caindo, que eu vivia escapulindo do momento presente, além de estar trabalhando demais e perdendo a paciência com a velocidade da vida.

Daí caiu a ficha. Além de distraída, eu estava viciada na minha fonte de distração. Eu tinha que fazer algo radical. A solução? Me coloquei em iPhone rehab.

Eu não recomendo isso para todo mundo. A síndrome de abstinência não você vai irritar alguns amigos e conhecidos. Eu consegui viver sem meu smartphone durante 8 meses. E não tive que ir morar em uma caverna para isso. Nesse período, eu consegui enxergar as coisas com mais clareza, priorizar melhor e ouvir com mais atenção.

Meu pequeno experimento me mostrou algumas verdades. Desconectar te deixa mais feliz, mais legal e menos estressada. Mas também percebi que não é preciso fazer um rehab de 8 meses para atingir os mesmos resultados.

Aqui estão três maneiras extremas de reduzir suas distrações diárias:

Diminua a tendência de fazer mais de uma coisa ao mesmo tempo, o famoso multi-task.

A gente pensa que está sendo mais produtivo, mas o multi-tasking reduz o nosso foco, aumenta o estresse e diminui a produtividade geral. Isso sem falar que no longo prazo acaba nos levando a fadiga física e mental.

Não é necessário ter milhões de janelas abertas no seu desktop. Tente minimizar e apenas usar aquilo que você realmente precisa para aquele trabalho.

Defina alguns limites para seus e-mails.

Pare de checar seus emails de dois em dois minutos! Cada vez que interrompemos nossos pensamentos criativos ou analíticos nós desperdiçamos energia mental. Quando você se entrega ao vício de checar seus e-mails constantemente você cria situações mais propensas ao erro. Além, é claro, de alimentar essa cultura louca de ter que responder imediatamente cada vibração do seu celular.

No livro The Four Hour Workweek, o autor Tim Ferriss escreveu: “Meus momentos de maior criação surgem quando eu não me permito checar meus emails antes de iniciar uma tarefa criativa (seja escrever ou ler)”. Eu me inspirei a fazer o mesmo.

Faça algo que exija sua total concentração.

Pode ser tricô, meditação, Yoga, pedalar, cozinhar ou ler um livro. Não importa, mas você tem que doar sua atenção total. Use essas atividades para reconstruir sua habilidade de prestar atenção por longos períodos de tempo. A atenção e a consciência são a inteligência da alma. Mesmo que você decida passar algum tempo vendo TV, faça apenas isso.

O resultado de estarmos sempre distraídos é que nós esquecemos a diferença entre atenção e consciência. Concentração requer que nosso cérebro preste atenção e foque somente na ação que está sendo executada. Isso nos remete ao momento presente e reacende a nossa curiosidade.

Por fim, pense que reduzir nossas distrações é a melhor maneira de demonstrar autocompaixão. Afinal, se você permanece distraído você irá se esgotar rápido, ficar menos feliz e permanecer desconectado de todas as coisas boas que estão acontecendo no presente, bem na sua frente.

Crédito da foto: Stocksy

Tradução: Nowmastê

Deixe uma resposta

Por uma vida mais consciente

Você quer receber as novidades e promoções do Nowmastê no seu e-mail?