10 mantras que inspiram quem nos inspira

Se você já cantou ou entoou um mantra, seja em sânscrito ou em português, você sabe o poder que eles têm. Se você nunca viveu essa experiência, a nossa mais forte recomendação é que você arrume uma roda de mantras e cante até perder o fôlego. Ou quem sabe, em um dia quando as coisas não estejam parecendo tão promissoras, repita algumas vezes “entrego, confio, aceito, agradeço”.

Atrás de novas inspirações fomos descobrir quais são os mantras que estão na boca e nos corações de alguns dos nosso amigos, parceiros e colaboradores e por quê.

  • Adriana Camargo – Professora e idealizadora do Núcleo Shanti Shala, em Santos

“Gosto do OM BHUR BHUVA SWAHA (GAYATRY), porque ele serve pra todas as ocasiões, dentro e fora de sala de aula. Acho que ele nos situa numa condição de irmandade em que todos se protejam, se reforcem e obtenham o melhor proveito de qualquer ensinamento e não somente aqueles advindos do Yoga mas de qualquer situação de vida.”

  • Dany Gonçalves – Professora e idealizadora do Una Yoga

’SOU FELIZ, ALEGRE E FORTE, TENHO AMOR E MUITA SORTE, CONFIO FIRMEMENTE NO PODER DA MINHA MENTE… QUE É DEUS NO SUBCONSCIENTE.’ Aprendi com uma amiga e nunca mais deixei de fazer. Lembrar que Deus mora em mim, me ajuda a confiar mais e mais na vida e nas infinitas possibilidades que ela me apresenta a cada dia!

  • Fabio Toreta – Idealizador da Dharma Academy e discípulo de Prem Baba

“Um mantra que me acompanha é o PRABHU AP JAGO, PARAMATMA JAGO, MERE SARVE JAGO, SARVATRA JAGO. A tradução é ‘Que o amor desperte, que o amor desperte em mim, que o amor desperte em todos e em todos os lugares’. Eu gosto deste mantra porque acredito que se existe uma cura para o mundo essa cura é através do despertar do amor.”

  • Luiz Isique – Professor de Yoga do My Yoga

“No meu dia a dia e em todas as minhas aulas sempre está presente o LOKAH SAMASTAH SUKHINO BHAVANTU porque o considero mais universal. É uma prece em prol da felicidade de todos os seres, então acho válido estar sempre presente. Já na minha prática pessoal utilizo também o OM PURNAMADAH PURNAMIDAM…, que é o mantra da plenitude e sinto um contato mais profundo e pessoal com ele.”

  • Vicente Morisson – professor de Yoga e idealizador da Casa Jambú

OM NAMAH ŚIVAYA = “As minhas saudações à Shiva”

Compreender o aspecto de Shiva é aceitar as mudanças como são. Normalmente, temos uma tendência a querer controlar as situações com a necessidade que elas se adequem as nossas expectativas. Numa vida de Yoga compreendo que o controle se restringe apenas as​ minhas​ ações​. Nesse sentido, procuro trazer a atitude de Yoga frente a elas, entregando o resultado para a própria Ordem Cósmica que é Shiva. Shiva tb é conhecido como “o b​enéfico”​, no sentido que tudo que acontece é para o​ bem maior. Esse aspecto aponta também para o próprio conhecimento, entendimento e clareza da mente.”

  • Ana Cristina Koda – Idealizadora do site Vamos Meditar

Tenho três mantras que mais me acompanham: OM MANI PADME HUM, GAYATRY e OM TARE TUTTARE TURE. O primeiro por ser o mantra da compaixão. O segundo uso muito quando estou com uma mente muito contaminada por crítica e julgamento. E o de Tara Verde, o terceiro, para medos que são os principais obstáculos para realizações mundanas. Vejo no Mantra um “protetor” da mente e na minha experiência funciona muito.

  • Marcella Sneider – Fotógrafa e professora de Yoga do Núcleo Shivalaya

“O que mais me acompanha hoje é o mantra para Durga, KALI DURGE NAMO NAMAH. Ele me faz lembrar de conectar com a energia do feminino, menos agressiva, mais consciente de si.”

  • Daniela Leite – Idealizadora do Projeto Comida Invisível

“Dois mantras me acompanham sempre, sempre e pra sempre pois estão tatuados em mim e guiam o meu propósito. São o GAYATRY e ENTREGO, CONFIO, ACEITO E AGRADEÇO.”

  • Daniel Calmanowitz – Monge, discípulo de Lama Gangchen a frente do Centro de Dharma da Paz

“São vários os mantras que repito dependendo da ocasião e necessidade específica.

Um deles é uma homenagem a Lama Tsongkhapa, o “Migtsêma” que é composto de 5 frases em tibetano em forma de poema, que me conecta com meu Guru Lama Gangchen Rinpoche, com Lama Tsongkhapa e a linhagem de mestres.

O outro é o mantra do próprio nome de Buddha Shakyamuni, que sempre me traz tranquilidade e centramento – OM MUNI MUNI MAHA MUNI SHAKYA MUNIYE SOHA. É o mantra dos 4 “MUNIS” fazendo referência a – (1) renúncia ou amor próprio, (2) bodhitchitta ou amor altruísta, (3) visão correta da realidade, (4) o caminho rápido para a Iluminação.”

  • Lilly Hastings, professora de Yoga e idealizadora dos retiros SELF

“Gosto muito de um mantra simples, venho repetindo ele praticamente todos os dias desde meus 14 anos acho… Depois de muito tempo descobri que é o mesmo que John Lennon ensina para seu filho na canção ‘Beautiful Boy’:

‘BEFORE YOU GO TO SLEEP
SAY A LITTLE PRAYER…
EVERYDAY IN EVERY WAY
IS GETTING BETTER
AND BETTER…’

Ou seja: ‘Todos os dias, em todos os sentidos, minha vida está cada vez melhor…'”

Um Comentário

  1. Quanto custa o livro dos mantras?

Deixe uma resposta

Por uma vida mais consciente

Você quer receber as novidades e promoções do Nowmastê no seu e-mail?